Motivos para ter criado o Blog:

Mi foto
Eu criei este Blog pra levar a Palavra de Deus a toda criatura. (Marcos 16; 15) Obs.: É por meio deste Blog que eu estou publicando os Estudos que já havia enviado aos meus amigos por e-mail, e aos que não viram todos, aqui terão acesso a eles; pois também foi pelo aumento na demanda de pessoas nos grupos de e-mail que criei o blog. Eu já publiquei os novos, após publicar os anteriores." A Palavra de Deus se renova a cada manhã!", "O céu e a terra passarão, mas as minhas Palavras não hão de passar. - Mateus 24; 35" Um outro motivo pra o blog existir foi por causa de alguns amigos que me incentivaram/estimularam e ajudaram pra que essa idéia se concretizasse e por meio dela, muitas almas sejam alcançadas. Aproveitem este espaço pra conhecer um pouco mais da Palavra de Deus e me ensinar também! Obs.: “Muitas das mensagens que postei fui eu quem “escreveu”, utilizando a Palavra de Deus; e as que não fui eu que “escrevi” completamente ou complementei, procurei citar o nome do autor, e alguns que não coloquei foi por não saber quem é!” Este Blog só existe pra levar a Mensagem do Sofrimento de Jesus na Cruz, que foi por Amor a mim e a você! E não para qualquer outro propósito!

"Mas importa que o Evangelho seja primeiramente pregado entre todas as nações."

Marcos 13;10


domingo, 10 de febrero de 2013

Carnaval- Falsa alegria!




Poema 1- O CARNAVAL 

A festa do Rei Momo está presente,
Por toda parte é visto o carnaval.
A miséria moral da nossa gente
Vai fazê-la chorar na hora final.

A festa do Rei Momo está presente,
Ó Senhor Deus, tu és mais que banal,
Para esse povo vil, tão indecente,
Que insulta, zomba e faz de ti um mal.

Ó Deus, se tu mandasses Cristo agora,
O que faria essa gente nesta hora,
Vil, descrente, imoral, no mundo atroz?

Ó Rio, depravado, inconsolável,
O teu povo diria, miserável,
Ó Corcovado, caia sobre nós.

Mário Ribeiro Martins


Poema 2- O Carnaval

Carnaval! Empolgante Carnaval!
Festa vibrante!Festa colossal!

Festa de todos: de plebeus e nobres,
Que iguala, nas paixões, ricos e pobres.
Festa de esquecimento do passado,
De térreo paraíso simulado...

Falsa resposta à voz do coração
De quem não frui de Deus comunhão,
Festa da carne em gozo desbragado,
Festa pagã de um povo batizado, 

Festa provinda de nações latinas
Que se afastaram das lições divinas.
Ressurreição das velhas bacanais,
Das torpes lupercais, das saturnais

Reino de Momo, de comédias cheio
De excessos em canções e revolteio,
De esgares, de licença e hilaridade,
De instintos animais em liberdade! 


Festa que encerra o culto sedutor
De Vênus impudica em seu fulgor.
Festa malsã, de Cristo a negação,
Do "Dia do Senhor" profanação. 


Carnaval!Estonteante Carnaval!
Desenvoltura quase universal!

Loucura coletiva e transitória,
Deixa do prazer lembrança inglória,
Festa querida, do caminho largo,
De início doce, mas de fim amargo... 


Festa de baile e vinho capitoso,
Que morde como ofídio venenoso,
Que tira do homem sério o nobre porte,
E gera o vício, o crime, a dor e a morte.

Carnaval!Vitando Carnaval!
Festa sem Deus!Repúdio da moral!
Festa de intemperança e gasto insano!
Trégua assombrosa do pudor humano, 


Que solta a humana besta no seu pasto:
O sensualismo aberto mais nefasto!
Festas que volve às danças do selvagem
E do africano, em fúria, lembra a imagem,

Que confunde licença e liberdade
Nos aconchegos da promiscuidade
Sem lei, sem norma, sem qualquer medida,
Onde a incauta inocência é seduzida,

Onde a mulher, às vezes, perde o siso
E o cavalheiro austero o são juízo;
Onde formosas damas, pela ruas,
Exibem, saltitando, as formas suas, 


E no passo convulso e bamboleante,
Em requebros de dança extravagante,
Ouvem, no "frevo" , as chufas e os ditados
Picantes, de homens quase alucinados,
 

De foliões audazes, perigosos,
Alguns embriagados, furiosos!
Muitos, tirando a máscara, em tais dias,
Revelam, nessas loucas alegrias,

A vida que levaram mascarados
Com a máscara dos homens recatados...
Carnaval! Perigoso Carnaval!
Que grande festa e que tremendo mal!

Brasil gigante, atenção! Atenção!
O Carnaval é festa de pagão!
Repele-o! Que te traz só dor e morte!
Repele-o! E inspira em Deus a tua sorte.

Jerônimo Gueiros


Queridos, não se enganem, pois o carnaval é a liberdade para a insanidade, a libertinagem sem censura, e a imoralidade, indecência e a falta de pudor se vê em todas as esquinas; eles fazem de conta que a vida é uma festa inconsequente e descrente, simulando o “paraíso”, pra que isso?!, se nada que é falso é relevante e para mim isso não é paraíso é uma visão do inferno na terra, as vezes me pergunto até que ponto a humanidade pode chegar?, se humilhando e permitindo servirem de chacota para o inimigo de nossas almas?, é triste saber que esse tipo de coisa acontece e que ninguém valoriza a própria vida/alma, se expõe e expõe seus filhos ainda pequenos a esse tipo de barbaridade; eles só se atrapalham cada vez mais, ficando como em areia movediça, e quanto mais se mexem mais afundam no charco de lodo, não conseguem sair só, precisam reconhecer o Senhor e pedir sua maravilhosa ajuda.

Salmos 40; 2: Tirou-me dum lago horrível, dum charco de lodo, pós os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos.


Esta falsa alegria se assemelha muito com Sodoma e Gomorra, e o que Deus fez a estas cidades? As destruiu! Hoje em dia, o carnaval não está muito longe de ficar igual, se já não está pior.

Gênesis 18; 20: Disse mais o SENHOR: Porquanto o clamor de Sodoma e Gomorra se tem multiplicado, e porquanto o seu pecado se tem agravado muito.

Gênesis 19; 24, 25 e 28: Então o SENHOR fez chover enxofre e fogo, do SENHOR desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra; E destruiu aquelas cidades e toda aquela campina, e todos os moradores daquelas cidades, e o que nascia da terra. E olhou para Sodoma e Gomorra e para toda a terra da campina; e viu, que a fumaça da terra subia, como a de uma fornalha.


Outra coisa absurda, são homens que se vestem de mulher, em Olinda, semanas antes do início “oficial” do carnaval, já vemos nas ruas esta falta de respeito à Palavra de Deus e às famílias; alguns aproveitam para se revelar. A Bíblia é tão clara e objetiva, como ainda há pessoas que desconhecem e/ou rejeitam seus ensinamentos? O ser humano se acha tão inteligente, mais para o óbvio são tão néscios e cegos.

Deuteronômio 22; 5: Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, abominação é ao SENHOR teu Deus.


Deus nos livrou do pecado, e não para pecar. Escolhe a porta estreita que te levará a Salvação, se afaste da larga cujo fim é a morte eterna/perdição. Não tente servir a 2 senhores, se dedique ao Senhor Jesus, que te dará vida eterna.

João 17; 15: Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.

Mateus 7; 13 e 14: Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.

Mateus 6; 24: Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.

Lucas 16; 13: Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.

João 10; 10: O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.

João 4; 14: Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.


A Verdadeira ALEGRIA / FELICIDADE vem de DEUS!!!
Para os que vivem conforme os mandamentos do Senhor, não há passado vergonhoso para ocultar, não há nada para se arrepender, não há tristeza que não salte de alegria!

Salmos 125; 1: Os que confiam no SENHOR serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre.

Jó 41; 22 b: ...diante dEle até a tristeza salta de alegria.

Neemias 8; 10 b: ...a alegria do SENHOR é a vossa força.




Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla

No hay comentarios.: