Motivos para ter criado o Blog:

Mi foto
Eu criei este Blog pra levar a Palavra de Deus a toda criatura. (Marcos 16; 15) Obs.: É por meio deste Blog que eu estou publicando os Estudos que já havia enviado aos meus amigos por e-mail, e aos que não viram todos, aqui terão acesso a eles; pois também foi pelo aumento na demanda de pessoas nos grupos de e-mail que criei o blog. Eu já publiquei os novos, após publicar os anteriores." A Palavra de Deus se renova a cada manhã!", "O céu e a terra passarão, mas as minhas Palavras não hão de passar. - Mateus 24; 35" Um outro motivo pra o blog existir foi por causa de alguns amigos que me incentivaram/estimularam e ajudaram pra que essa idéia se concretizasse e por meio dela, muitas almas sejam alcançadas. Aproveitem este espaço pra conhecer um pouco mais da Palavra de Deus e me ensinar também! Obs.: “Muitas das mensagens que postei fui eu quem “escreveu”, utilizando a Palavra de Deus; e as que não fui eu que “escrevi” completamente ou complementei, procurei citar o nome do autor, e alguns que não coloquei foi por não saber quem é!” Este Blog só existe pra levar a Mensagem do Sofrimento de Jesus na Cruz, que foi por Amor a mim e a você! E não para qualquer outro propósito!

"Mas importa que o Evangelho seja primeiramente pregado entre todas as nações."

Marcos 13;10


sábado, 28 de julio de 2012

Poema- O Crente e o Descrente


O crente acredita
Tem convicção
Tem certeza que
Sua salvação
Se concretizou
Na ressurreição

O descrente não
Não crê desse jeito
Sabe formular
Seu próprio conceito
Por um tempo até
Acha-se perfeito

O crente tem feito
Tudo pra agradar
Ao Senhor Jesus
Quer testemunhar
Ora, lê a Bíblia
Sem questionar

O descrente
Maior atenção
A riqueza física
Que ele tem a mão
Como o bom tesouro
Do seu coração

Fazer oração
Pra quem o persegue
É dessa maneira
Que o crente segue
Fiel à palavra
Que lhe é entregue

No máximo consegue
O descrente crer
Em dar o perdão
A quem lhe ofender
Se houver interesse
Em nada perder

Já o crente crer
Decididamente
No que o Senhor diz
E em continente
É feliz por ter
A vida de crente

Pergunta o descrente
O que o crente é?
(Um alienado)
Não faz o que quer
Diz por não saber
Do poder da fé

Ao crente é mister
Ver a dimensão
Do reino de Deus
Em seu coração
A fé lhe assegura
A motivação

Há um grande vão
O descrente sente
Um vácuo no espírito
Que o faz carente
Do amor de Cristo
Do qual é fulgente

O crente pressente
A dor do perdido
E busca ajudar-lhe
A dar-lhe o sentido
Da cura de Deus
Pro que está ferido

Às vezes doído
O descrente aceita
Mas depois se esquece
E daí rejeita
Não quer se entregar
A melhor receita

A vida é perfeita
Para quem tem fé
Mesmo havendo lutas
Ele sabe que é
Mais que vencedor
Em tudo que quer

Para um cafuné
Do amor alheio
O descrente está
Sempre em devaneio
Não pensa que o fim
Deriva do meio

Sabe pra que veio
O Senhor Jesus
O crente tem claro
A obra da cruz
Conhece o seu foco
Na fonte de luz

Vive com capuz
Assim o descrente
Não permite a luz
Clarear-lhe a mente
E no coração
Plantar-lhe a semente

O crente se sente
Protegido e mais
Sabe que com Deus
Ele é capaz
De colher bons frutos
Daquilo que faz

O descrente traz
Pra si o engano
Quando acha que
É seu próprio plano
Que o faz vencer
Como ser humano

Pra não sentir dano
O crente fiel
Medita a Palavra
Tem olhos no céu
É obediente
A este papel

A dura e cruel
Desobediência
Conduz o descrente
A crer na ciência
Forjada no homem
Pela competência

A onipotência
Do Deus poderoso
É que faz o crente
Ser vitorioso
Em qualquer batalha
Põe-se corajoso

Porém receoso
O descrente é
Com qualquer abalo
Se dilui a fé
Que pensava ter
Nele mesmo até

Pro crente é mister
Ofício vital
Entregar-se a Deus
Pai celestial
E jamais lhe alcançam
As obras do mal

Acha que é normal
O descrente acha
Um pouquinho só
Pro pecado marcha
Depois de pecar
Passa uma borracha

O crente não tacha
O que Deus criou
De comum, imundo
Pois sabe o valor
Que tem a Palavra
Que o purificou

Mas sob o calor
O descrente brada
Julga a todo mundo
E condena a cada
Um dos que ele acha
Ter valor de nada

Quando dá mancada
O crente já pede
Perdão para Deus
E pra que não quede
Se reconcilia
Esforço não mede

Descrente não cede
Tem coração duro
Ainda que meta
A cara no muro
Não se dobra à luz
Prefere o escuro

O crente ama o puro
Amor divinal
Que lhe libertou
Da dor crucial
De ser pecador
Fiador do mal

Descrente é o tal
Que não teme a Deus
Que tem seus conceitos
Mas que são só seus
Tradicionalista
Feito os fariseus

Entretanto Deus
Destinou Jesus
A nos redimir
E naquela cruz
Por todos morreu
Libertando-nos

O Senhor é luz
Reina com mão forte
Nos propõe a vida
Mas que de tal sorte
Dá-nos livre escolha
Pra vida ou pra morte.

Abdias Campos


Queridos, o ser humano natural não compreende as coisas de Deus (seus planos pra cada um, pois não acham que existem apenas por existir, cada um tem um propósito pra ter sido criado, nos cabe buscar a Deus pra saber qual é), e ainda acham que nós, os crentes, somos loucos, que passamos por uma lavagem cerebral e que somos alienados; é assim que eles preferem nos julgar, sem ao menos nos conhecer e conhecer a Palavra de Deus.

Onde está a tal igualdade social que eles “pregam”? É muito fácil dizerem isto sobre atos e posturas subversivas, aos quais querem ter a liberdade/libertinagem de/para praticar sem serem condenados pela sociedade. Mais quando se trata dos cristãos, é mais fácil nos tacharem como pessoas sem conhecimento, ignorantes, alienadas, loucas.

É, se ser louco é não ser igual a este sistema (de faça o que quiser e tudo bem, mesmo que contrarie os ensinamentos Bíblicos); então eu prefiro que achem que sou louca.


Agora, só uma perguntinha, depois de tudo que escrevi, você ainda acha que eu não sei do que estou falando?!

Ignorante é alguém que ignora conhecer algo, e isto não somos, pois sabemos em quem temos crido, conhecemos a sua Palavra e a propagamos (o que Deus fez e faz em nossas vidas é algo tão bom que não podemos guardar só pra nós, queremos compartilhar com todos), bem como, também atuamos no cotidiano comum em nossas profissões, nós vivemos e buscamos viver com sabedoria, pois sabemos o preço da nossa vida, ou seja, também não somos alienados.

2 Timóteo 1; 12: Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele dia.


Por isso que no versículo abaixo vemos este termo, pois o mundo (sistema social que vivemos) nos vê como loucos, porém se entendessem a profundidade do que está nele escrito, bem como em toda a Bíblia, também seriam loucos para os demais, pois a Pregação do Evangelho pra eles é balela, pois não se deram ao trabalho de ler a Palavra do Senhor e procurar entendê-la, ou ao menos ir a algum culto em uma Igreja genuinamente Evangélica e ouvir Deus falar.

1 Coríntios 1; 21: Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação.


O que quer dizer o versículo abaixo?
Gálatas 3; 22: Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos crentes.


O salário do pecado é a morte (Romanos 6; 23: Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.), ou seja, Jesus venceu a morte, após ressuscitar para a vida eterna, então a humanidade não mais está condenada a morte eterna, pois o pecado não tem mais nenhum poder sobre nossas vidas, Ele (Jesus) nos libertou do pecado!

Apocalipses 1; 18: E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno.

1 Coríntios 15; 54: E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.

Ele pagou um alto preço pelas nossas vidas, de todas as gerações, ele levou sobre si os nossos pecados, pagou com preço de sangue, o seu sangue derramado naquela cruz, dando-nos liberdade para vivermos e o buscarmos, abrindo um canal direto com Deus para que todos tenham acesso a Ele e a salvação de nossas almas.

1 Coríntios 6; 20: Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.

1 Coríntios 7; 23: Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens.

João 3; 16 e 17: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.

Isaías 53; 4-7: Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos. Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.

1 Timóteo 2; 5 e 6: Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo.

Depois de tudo que Ele fez por nós, Ele ainda não nos obriga a servi-lo, temos o livre-arbítrio, os que forem sábios preferem servir a este Deus tão maravilhoso, pois Ele nos livrou do pecado.

Fomos libertos do pecado, e não estamos livres de pecar, ou seja, Ele nos livrou, mais não estamos “imunes” de pecar, deixamos de ser escravos do pecado. O que precisamos fazer é: todos os dias carregar a nossa cruz, vigiar, orar e fazer a nossa parte pra não mais pecar, e se falharmos em alguma coisa, sejamos honestos em reconhecer e nos arrependamos, peçamos perdão ao Senhor para com Ele nos reconciliarmos, evitando que vire uma bola de neve, e voltemos a nos enredar nos caminhos tortuosos, pois um abismo chama outro abismo. Lembremos, também não estamos livres pra pecar!

Lucas 9; 23: E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.

Salmos 42; 7 a: Um abismo chama outro abismo.


A maior Promessa é a Vida Eterna, a qual teremos direito após termos vividos dignamente concernente aos ensinamentos do Senhor, ou seja, está separada aos fiéis da terra, basta crermos em Jesus Cristo e em tudo que Ele nos ensinou.

Salmos 101; 6: Os meus olhos estarão sobre os fiéis da terra, para que se assentem comigo; o que anda num caminho reto, esse me servirá.

1 Timóteo 4; 10: Porque para isto trabalhamos e lutamos, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis.


Você querido leitor, quer ter direito a esta Promessa?

Aceite neste momento a Jesus com seu Único e Suficiente *Senhor e **Salvador!



* Senhor: Para que não mais serviras aos deuses deste século, mesmo que não tenhas religião, mais ainda há algo que lhe seduz e lhe prende a viver nesta situação.


** Salvador: um exemplo básico, se você estivesse se afogando no mar e uma pessoa desconhecida fosse até você e te resgatasse/salvasse, você ficaria grato àquela pessoa, e pode ser que nunca mais a veja.

Qual a diferença do desconhecido que te salvou no mar e o Senhor Jesus que salva a tua Alma?

Você não vai ficar sempre com aquela pessoa e procurando saber o que ela precisa pra que você faça por ela, você pode até mencioná-la em alguma conversa sobre o incidente, mais nem o nome dela você irá lembrar.

Com o Senhor Jesus, é Ele quem sempre estará contigo e vendo o que você precisa pra te ajudar (Ele não fará algo que você possa fazer, ele irá lhe direcionar como e o que fazer).

Senhor e Salvador: Pois nem todo Salvador é senhor das nossas vidas, como vimos no exemplo acima. Mais, Jesus Cristo é nosso Senhor porque nos Salvou do pecado!


Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla