Motivos para ter criado o Blog:

Mi foto
Eu criei este Blog pra levar a Palavra de Deus a toda criatura. (Marcos 16; 15) Obs.: É por meio deste Blog que eu estou publicando os Estudos que já havia enviado aos meus amigos por e-mail, e aos que não viram todos, aqui terão acesso a eles; pois também foi pelo aumento na demanda de pessoas nos grupos de e-mail que criei o blog. Eu já publiquei os novos, após publicar os anteriores." A Palavra de Deus se renova a cada manhã!", "O céu e a terra passarão, mas as minhas Palavras não hão de passar. - Mateus 24; 35" Um outro motivo pra o blog existir foi por causa de alguns amigos que me incentivaram/estimularam e ajudaram pra que essa idéia se concretizasse e por meio dela, muitas almas sejam alcançadas. Aproveitem este espaço pra conhecer um pouco mais da Palavra de Deus e me ensinar também! Obs.: “Muitas das mensagens que postei fui eu quem “escreveu”, utilizando a Palavra de Deus; e as que não fui eu que “escrevi” completamente ou complementei, procurei citar o nome do autor, e alguns que não coloquei foi por não saber quem é!” Este Blog só existe pra levar a Mensagem do Sofrimento de Jesus na Cruz, que foi por Amor a mim e a você! E não para qualquer outro propósito!

"Mas importa que o Evangelho seja primeiramente pregado entre todas as nações."

Marcos 13;10


lunes, 30 de noviembre de 2015

Famintos de Corpo e Alma:




Amados, há duas formas de ter fome/ estar faminto, a primeira é a cotidiana, a material, do corpo físico; a segunda é a espiritual:

Aprendemos que devemos repartir/compartilhar com os que não tem pão, vestes, teto,... isto não é para que alguém veja que fazemos, pois o que busca galardão aqui o terá porém perderá o celestial.
Queridos, não podemos ver alguém passando necessidade/fome e dizer apenas JESUS TE AMA e não lhe ajudar com o alimento do corpo também, pois se não fizermos algo, apenas falar que Jesus o ama não os ajudará efetivamente, pois ficará uma interrogação em suas mentes (Como podem apenas falar e não viver o que a Bíblia diz?).
Ele ouve os gemidos do pobre e necessitado, basta nos dispormos a Obedecer ao Seu chamado.
Vemos em sua Palavra que se ajudarmos ao necessitado a Ele o fazemos e desta feita ouviremos o Senhor nos chamando e dizendo: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.

Isaías 58; 7: Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres abandonados; e, quando vires o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne?

Mateus 6; 1-8: Guardai-vos de fazer a vossa esmola diante dos homens, para serdes vistos por eles; aliás, não tereis galardão junto de vosso Pai, que está nos céus. Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita; Para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente. E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.

Mateus 25; 31- 46: E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes. Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.

Salmos 12; 5: Pela opressão dos pobres, pelo gemido dos necessitados me levantarei agora, diz o SENHOR; porei a salvo aquele para quem eles assopram.







A fome espiritual é algo que quanto mais temos e somos alimentados mais necessitamos e queremos nos alimentar, pois quanto mais aprendemos do Senhor mais precisamos e ansiamos em aprender.  É através desta que muitos são impulsionados a se converter, pois buscam respostas que só encontrarão por meio de Cristo, o Pão da vida, o qual deu a vida por toda humanidade. Precisamos reconhecer que somos pobres de espírito, ou seja, não temos auto- suficiência espiritual, pois para herdar o reino de Deus precisamos ser totalmente dependentes dEle, de seu poder e graça. Busquemos ser Bem-aventurados no Senhor, pois a nossa fome e sede de justiça será farta nEle. Vivamos de forma que resplandeça a nossa luz diante dos homens, para que vejam as nossas boas obras e glorifiquem a nosso Pai, que está nos céus. Mantenhamos nossa alma faminta de Deus para não pisarmos o favo de mel.

Tem um pensamento de novo convertido que é muito válido e pertinente ao que falamos acima: Muitos desejam que sempre tenham a sede e a fome de quando eram novos convertidos, para que nunca pensem que já sabem de tudo e que não precisam aprender mais nada; ou seja, se manter como pobres de espírito. Isto serve pra todo cristão, seja novo convertido ou ‘nascido e criado’ no evangelho.”

Oséias 6; 3: Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao SENHOR; a sua saída, como a alva, é certa; e ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.

João 6; 31-35: Nossos pais comeram o maná no deserto, como está escrito: Deu-lhes a comer o pão do céu. Disse-lhes, pois, Jesus: Na verdade, na verdade vos digo: Moisés não vos deu o pão do céu; mas meu Pai vos dá o verdadeiro pão do céu. Porque o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo. Disseram-lhe, pois: Senhor, dá-nos sempre desse pão. E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.

Mateus 5; 1-16: E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo: Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados; Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra; Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos; Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia; Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus; Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós. Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.

Provérbios 27; 7: A alma farta pisa o favo de mel, mas para a alma faminta todo amargo é doce.


Como vimos no início deste estudo, não devemos fazer a obra do Senhor por vanglória, não podemos ajudar alguém esperando reconhecimento humano e muito menos usar o nome de Deus para humilhar ninguém como subterfúgio para aparecer/sobressair e achar que está agradando ao Senhor. Tudo que formos fazer para sua Obra façamos com alegria, seja ofertar/dizimar, louvar, orar, pregar,... tudo que fizermos para Ele deve ser em espírito e em verdade, em adoração a Ele para que Ele seja exaltado, glorificado e honrado.

Lucas 18; 10-14: Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano. O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: O Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo. O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: O Deus, tem misericórdia de mim, pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado.

João 4; 24: Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.


Há pessoas que acham que a salvação vem pelas obras, se enganam, pois as obras são uma consequência daqueles que são salvos e não o caminho para se salvar. Jesus é o caminho, a verdade e a vida.

Efésios 2; 8 e 9: Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie.

Gálatas 2; 16-20: Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada. Pois, se nós, que procuramos ser justificados em Cristo, nós mesmos também somos achados pecadores, é porventura Cristo ministro do pecado? De maneira nenhuma. Porque, se torno a edificar aquilo que destruí, constituo-me a mim mesmo transgressor. Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus. Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.

João 14; 6: Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.


Já aprendemos que fazer o bem é uma consequência dos salvos e não um meio para ser salvo. Sabemos também que o nascido de Deus não peca, busca conservar-se a si mesmo e o maligno não pode nos tocar. Somos santificados na Palavra de Deus. Não juremos pelo céu nem pela terra, tenhamos uma só palavra, um mesmo parecer; confessemos nossas culpas, nos arrependamos do que possamos ter errado durante o dia (cruz de cada dia), cuidemos para que ninguém deixe de alcançar a salvação por nossa culpa ou omissão; oremos, pois é na oração que adquirimos intimidade com Deus e o que pedirmos Ele fará pois o agradamos, como justos nossa oração tem muito efeito perante o Senhor. Busquemos a perfeição em Cristo para que o nosso PAI esteja sempre conosco.

3 João 1; 11: Amado, não sigas o mal, mas o bem. Quem faz o bem é de Deus; mas quem faz o mal não tem visto a Deus.

1 João 5; 18 e 19: Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca. Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno.

João 17; 14-17: Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo. Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. Não são do mundo, como eu do mundo não sou. Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.

Tiago 5; 12, 16, 19 e 20: Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; mas que a vossa palavra seja sim, sim, e não, não; para que não caiais em condenação. Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos. Irmãos, se algum dentre vós se tem desviado da verdade, e alguém o converter, Saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados.

2 Coríntios 13; 11: Quanto ao mais, irmãos, regozijai-vos, sede perfeitos, sede consolados, sede de um mesmo parecer, vivei em paz; e o Deus de amor e de paz será convosco.


O maior exemplo é o próprio JESUS, Ele não nos pediria algo que Ele mesmo já não tivesse feito, a primeira vez que Ele deixou seu lugar seguro e ‘cômodo’ foi quando Deus o enviou para nascer, morrer e ressuscitar pra que todos tenhamos acesso direto ao PAI e direito a Salvação de nossas almas. Deus o deu por sacrifício, porém, se Ele não quisesse vir a esta terra para passar por tudo que Ele passou (Ele já sabia tudo que aconteceria) Ele diria ao PAI que não viria, mais não foi isto que aconteceu, Ele se entregou por mim, por ti, por toda humanidade.

João 3; 16 e 17: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.

1 Timóteo 2; 3-6: Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo.

Tito 2; 11-14: Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente, Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo; O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras.


Ele nos pede renuncia, desprendimento e amadurecimento para fazermos a sua Obra, com amor, alegria, dedicação,...

Dediquemos-nos em fazê-la com todas as nossas forças, nos gastemos e nos deixemos gastar em prol do chamado de Deus para nossas vidas; lembrando que todos os dons e talentos que tivermos vem dEle, é dEle e para Ele, utilizemos pra que O vejam em nós. Que Ele cresça e nos diminuamos, pois toda honra e glória é para Ele!

Lucas 14; 25-27: Ora, ia com ele uma grande multidão; e, voltando-se, disse-lhe: Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo. E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo.

Mateus 12; 46-50: E, falando ele ainda à multidão, eis que estavam fora sua mãe e seus irmãos, pretendendo falar-lhe. E disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, que querem falar-te. Ele, porém, respondendo, disse ao que lhe falara: Quem é minha mãe? E quem são meus irmãos? E, estendendo a sua mão para os seus discípulos, disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos; Porque, qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, e irmã e mãe.


Eclesiastes 9; 10: Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.

2 Coríntios 12; 15: Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado.

João 3; 30: É necessário que ele cresça e que eu diminua.

Romanos 11; 36: Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.



Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla

lunes, 23 de noviembre de 2015

Poema- O bom samaritano



Certo dia, um douto escriba de Jesus se aproximou;
querendo pô-lo à prova, de chofre lhe perguntou:

“Para herdar a vida eterna, ó mestre, o que devo fazer?”

respondeu Jesus: “Dize-me antes o que na lei podes ler!”




Retrucou-lhe logo o escriba: “Amarás teu Deus e Senhor
com todas as tuas forças e com todo o teu fervor.

Amá-lo-ás de toda a tua alma e de todo o teu coração,
e amarás da mesma maneira o próximo, que é teu irmão”.

Jesus disse: “Bem respondeste; faze isto e hás de viver”.
Mas desconversando, ele disse: “Quem virá meu próximo a ser?”



Disse o Mestre: “Um homem descia de Jerusalém a Jericó.
caiu nas mãos dos bandidos, que o golpearam sem dó.



Tiraram-lhe tudo o que tinha e, deixando-o prostrado, a sangrar,
fugiram com sua pressa, sem com ele se importar.




Por acaso, um sacerdote passou pelo ermo lugar;
viu o homem ferido e, de medo, seus passos tratou de apressar.



Do mesmo modo, um levita, ao ver a vítima infeliz,
igualmente passou de largo, e prestar-lhe ajuda não quis.



Um samaritano, no entanto, ao ver o ferido no chão,
chegou-se ao infortunado, tomado de compaixão.




Ajoelhando ao lado dele, as feridas do homem cuidou,
e, após limpá-las com vinho, com óleo de oliva as tratou.

A seguir, sobre o seu jumento aquele infeliz colocou
e, levando-o a um albergue, com carinho dele cuidou.



Depois deixou uma soma para o hospedeiro gastar,
dizendo-lhe: cuida do homem, que na volta vou tudo ajustar.

E Jesus perguntou ao escriba: “Qual dos três, a teu ver, agiu
como próximo daquele homem que nas mãos dos bandidos caiu?”



Respondeu o escriba: “Por certo, o que dele se compadeceu”.
E disse Jesus: “Vai tu mesmo e segue o exemplo seu!”



Lindolfo Weingärtner


Lucas 10; 25-37: E eis que se levantou um certo doutor da lei, tentando-o, e dizendo: Mestre, que farei para herdar a vida eterna? E ele lhe disse: Que está escrito na lei? Como lês? E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo. E disse-lhe: Respondeste bem; faze isso, e viverás. Ele, porém, querendo justificar-se a si mesmo, disse a Jesus: E quem é o meu próximo? E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo. E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar. Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira.



Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,

Erica Carla

lunes, 16 de noviembre de 2015

Há pessoas próximas a nós morrendo espiritualmente!

O quê estamos fazendo pra evitar isto?!





Queridos, a Paz do Senhor!

Hoje venho fazer uma breve reflexão de uma experiência que o Senhor me concedeu semana passada:

Pois bem, após sair do ensaio, no caminho de casa encontro um colega da infância dos meus irmãos, cujo está longe dos caminhos do Senhor.

Enquanto falava do amor de Deus para ele, que foi criado na igreja, o mesmo me indagou dizendo que pra quem está afastado é muito mais difícil voltar para os braços do PAI.

Reconheço que isto é uma verdade, porém o Senhor me deu uma analogia para provar pra ele que é difícil, porém não é impossível. E como o homem natural não discerne as coisas espirituais; pra eles a compreensão das mesmas fica mais fácil se a for feita de forma literal e racional, limitando ou eximindo questionamentos/dúvidas:

1 Coríntios 2; 11-15: Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.


Expliquei pra ele em forma de comparação entre uma torta salgada e uma torta doce bem ornamentada; a torta salgada é feita pela sua avó, ele sabe o trabalho, cuidado e carinho que ela teve pra fazer e o quão saborosa é, porém visualmente não é atrativa comparada com uma doce bem ornamentada (que só tem aparência e não tem sabor). Na comparação a *torta salgada é a Palavra do Senhor, e a avó é a Igreja que ele conhece bem, sabe o procedência, a essência e o amor que tem por ele; a torta doce é o mundo, que lhe oferece muitos atrativos e que após ele ceder se frustra pois a mesma não tem boa procedência e a essência é a destruição da humanidade.

Então, como ele conhece as duas tortas, qual ele escolheria? Ele me disse que a torta salgada de sua avó.

*Torta salgada: analogia com a vida do cristão, precisamos ser sal, para que sejamos útil na obra do Senhor e o inimigo não poder nos pisar.

Mateus 5; 13: Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.


Por isso que afirmei pra ele que os afastados usam de subterfúgios para se apoiar nesta moleta (é muito difícil o afastado voltar pra os braços do PAI); como ele conhece os dois lados, por que ele ainda reluta em tornar para os caminhos do Senhor, já que sabe que é o melhor?!

Peço que orem por este menino, pois ainda não teve forças o suficiente para se decidir em voltar para o Senhor. Obs.: Não citarei seu nome para não constrangê-lo, uma vez que o motivo de citar o caso é para que possamos refletir sobre vários aspectos correlacionados, bem como para que possamos orar por ele e por outros que se encontrem na mesma situação.


Amados, aproveitando o assunto acima friso alguns fatos intrigantes pertinentes ao evangelismo pessoal:

O curioso é que parece tão mais ‘fácil’ e ‘cômodo’ falar do amor de Deus em um ‘ambiente propício’ ou ‘hora marcada’, porém quando somos pegos de ‘surpresa’ pra falar do nosso Deus pra alguém que conhecemos, muitos tendem a fugir pela tangente. Porém tem uma coisa que preciso desabafar com relação a este assunto: Há pessoas próximas a nós que estão morrendo espiritualmente e o quê estamos fazendo pra evitar isto?!

Outro ponto intrigante é que quando ganhamos almas para o reino do Senhor, no dia seguinte já não ‘sabemos’ quem são, pois não nos empenhamos em acompanhar de perto estes novos convertidos; abrimos a porta para que entrem, porém nos esquecemos de lembrá-los de que são amadas por Deus e por nós (amor fraternal) e que hoje estão melhor do quê quando não conhecia o Amor de Deus, pois o Senhor os ajuda a cada dia para não caírem novamente nas práticas de outrora.

Com estas observações não estou me excluindo e nem querendo provocar ninguém, apenas trazer isto para que reflitamos e mudemos algo que estivermos errando, para que conservemos aqueles que se entregaram ao Senhor (estão muito fragilizados) e se não os acompanhamos em sua nova caminhada eles podem não ter forças pra continuar e ficar pelo caminho. É muito bom ganhar almas para o Senhor, porém não podemos esquecer-nos de mantê-las, para que não fiquemos enxugando gelo, sempre tendo que recuperar almas que se afastaram e poder focar naquelas que ainda não conhecem ao Senhor. Sem falar que a omissão ou a ‘rejeição’ que praticamos consciente ou inconscientemente, Deus cobrará de nós, pois as ovelhas são dEle.
   
Há muitos perto de nós clamando por salvação e nós não estamos ouvindo!


Nos versículos abaixo vemos quando Deus chama Samuel para revelar algo para ele. Precisamos estar com os ouvidos atentos e sensíveis para ouvir a voz do Senhor, como ovelhas que conhecem a voz do Pastor; bem como para ouvir a voz dos que clamam por salvação, nós precisamos saber distinguir cada uma e estar a postos como soldados, prontos para cumprir as ordens do Senhor dos senhores e Rei dos reis.

1 Samuel 3; 1-10: E o jovem Samuel servia ao SENHOR perante Eli; e a palavra do SENHOR era de muita valia naqueles dias; não havia visão manifesta. E sucedeu, naquele dia, que, estando Eli deitado no seu lugar (e os seus olhos começavam a escurecer, pois não podia ver), E estando também Samuel já deitado, antes que a lâmpada de Deus se apagasse no templo do SENHOR, onde estava a arca de Deus, O SENHOR chamou a Samuel, e disse ele: Eis-me aqui. E correu a Eli, e disse: Eis-me aqui, porque tu me chamaste. Mas ele disse: Não te chamei eu, torna a deitar-te. E foi e se deitou. E o SENHOR tornou a chamar outra vez a Samuel, e Samuel se levantou, e foi a Eli, e disse: Eis-me aqui, porque tu me chamaste. Mas ele disse: Não te chamei eu, filho meu, torna a deitar-te. Porém Samuel ainda não conhecia ao SENHOR, e ainda não lhe tinha sido manifestada a palavra do SENHOR. O SENHOR, pois, tornou a chamar a Samuel terceira vez, e ele se levantou, e foi a Eli, e disse: Eis-me aqui, porque tu me chamaste. Então entendeu Eli que o SENHOR chamava o jovem. Por isso Eli disse a Samuel: Vai deitar-te e há de ser que, se te chamar, dirás: Fala, SENHOR, porque o teu servo ouve. Então Samuel foi e se deitou no seu lugar. Então veio o SENHOR, e pôs-se ali, e chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel. E disse Samuel: Fala, porque o teu servo ouve.

João 10; 27: As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem.






Prezados, Deus é misericordioso e aos que se entregarem a Ele, nosso Senhor e Salvador, terão a vida eterna, seus olhos não chorarão mais, não haverá mais morte, nem dor,...

Salmos 66; 16-20: Vinde, e ouvi, todos os que temeis a Deus, e eu contarei o que ele tem feito à minha alma. A ele clamei com a minha boca, e ele foi exaltado pela minha língua. Se eu atender à iniquidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá; Mas, na verdade, Deus me ouviu; atendeu à voz da minha oração. Bendito seja Deus, que não rejeitou a minha oração, nem desviou de mim a sua misericórdia.

João 10; 28: E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.

Apocalipses 21; 4-7: E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis. E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Omega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.



Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla

lunes, 9 de noviembre de 2015

Poema- AMOR SEM MEDIDA

Eis-me aqui Senhor, com minha frágil vida,
Consciente que por ti fui escolhido,
E que foi minha salvação adquirida
Por ter Cristo, lá na cruz, por mim sofrido.

Sua morte em meu lugar, tão poderosa,
Pois do mal me libertou completamente,
Me conduz à tua presença gloriosa,
Para te louvar e amar eternamente.

E porque primeiro fui por ti amado
Em amor eterno, amplo, sem medida,
Quero andar contigo, sempre, lado a lado,

Com minha alma em te amar absorvida.
E inteiramente em ti, só confiado,
Fazer tua graça e glória conhecida.

Gilberto Celeti






Medida do Amor é Amar sem Medida= AMOR INFINITO do Deus Eterno por nós!

João 3; 16: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

João 15; 13 e 16: Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos. Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vos conceda.

Salmos 91; 14-16: Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome. Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei. Dar-lhe-ei abundância de dias e lhe mostrarei a minha salvação.



Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla

lunes, 2 de noviembre de 2015

Poema- POIESIS

A vida alimenta a poesia
e a poesia alimenta a vida.

O poema é a refeição dos
corações inquietos de significação.

A poesia revela o escondido
e esconde o revelado.

Pra alcançar a revelação
é preciso sensibilidade.

Pra ter acesso ao escondido
é preciso possuir a chave.

Só acessa a poesia
quem está com o sonho em dia.

Pra alimentar, o poema precisa se nutrir.

O poema se nutre do silêncio
e, também, das falas do cotidiano;
o poema se nutre da dor
e também da inquietação;
mas, acima de tudo, do amor
e da paz do coração...

Josué Ebenézer


Provérbios 24; 5: O homem sábio é forte, e o homem de conhecimento consolida a força.

Eclesiastes 7; 19: A sabedoria fortalece ao sábio, mais do que dez poderosos que haja na cidade.


Eclesiastes 12; 10-14: Procurou o pregador achar palavras agradáveis; e escreveu-as com retidão, palavras de verdade. As palavras dos sábios são como aguilhões, e como pregos, bem fixados pelos mestres das assembleias, que nos foram dadas pelo único Pastor. E, demais disto, filho meu, atenta: não há limite para fazer livros, e o muito estudar é enfado da carne. De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.

Lamentações 3; 26: Bom é ter esperança, e aguardar em silêncio a salvação do SENHOR.





Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla