Motivos para ter criado o Blog:

Mi foto
Eu criei este Blog pra levar a Palavra de Deus a toda criatura. (Marcos 16; 15) Obs.: É por meio deste Blog que eu estou publicando os Estudos que já havia enviado aos meus amigos por e-mail, e aos que não viram todos, aqui terão acesso a eles; pois também foi pelo aumento na demanda de pessoas nos grupos de e-mail que criei o blog. Eu já publiquei os novos, após publicar os anteriores." A Palavra de Deus se renova a cada manhã!", "O céu e a terra passarão, mas as minhas Palavras não hão de passar. - Mateus 24; 35" Um outro motivo pra o blog existir foi por causa de alguns amigos que me incentivaram/estimularam e ajudaram pra que essa idéia se concretizasse e por meio dela, muitas almas sejam alcançadas. Aproveitem este espaço pra conhecer um pouco mais da Palavra de Deus e me ensinar também! Obs.: “Muitas das mensagens que postei fui eu quem “escreveu”, utilizando a Palavra de Deus; e as que não fui eu que “escrevi” completamente ou complementei, procurei citar o nome do autor, e alguns que não coloquei foi por não saber quem é!” Este Blog só existe pra levar a Mensagem do Sofrimento de Jesus na Cruz, que foi por Amor a mim e a você! E não para qualquer outro propósito!

"Mas importa que o Evangelho seja primeiramente pregado entre todas as nações."

Marcos 13;10


miércoles, 15 de noviembre de 2017

Poema- UM DIA ACONTECERÁ



Da terra os salvos serão arrebatados,
Um dia isso acontecerá.
O pranto em gozo será transformado,
Um dia isso acontecerá.

Provações e lutas serão aqui deixadas,
Um dia isto acontecerá.
Venceremos os perigos que há nas estradas,
Um dia isso acontecerá.

Viver feliz no lar eternamente, eu vou,
Um dia isso acontecerá.
Ver as mãos feridas de quem me salvou,
Um dia isso acontecerá.

Emílio Conde



1 Tessalonicenses 4; 16 e 17: Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.


João 16; 20: Digo que certamente vocês chorarão e se lamentarão, mas o mundo se alegrará. Vocês se entristecerão, mas a tristeza de vocês se transformará em alegria.

Salmos 30; 11 e 12: Mudaste o meu pranto em dança, a minha veste de lamento em veste de alegria, para que o meu coração cante louvores a ti e não se cale. Senhor, meu Deus, eu te darei graças para sempre.


João 20; 20, 25, 27-29: Tendo dito isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos alegraram-se quando viram o Senhor.  Os outros discípulos lhe disseram: "Vimos o Senhor!" Mas ele lhes disse: "Se eu não vir as marcas dos pregos nas suas mãos, não colocar o meu dedo onde estavam os pregos e não puser a minha mão no seu lado, não crerei". E Jesus disse a Tomé: "Coloque o seu dedo aqui; veja as minhas mãos. Estenda a mão e coloque-a no meu lado. Pare de duvidar e creia". Disse-lhe Tomé: "Senhor meu e Deus meu!" Então Jesus lhe disse: "Porque me viu, você creu? Felizes os que não viram e creram".

1 João 1; 1: O que era desde o princípio, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam - isto proclamamos a respeito da Palavra da vida.

Isaías 59; 1: Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar, nem o seu ouvido, agravado, para não poder ouvir.


João 5; 24: Eu asseguro: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não será condenado, mas já passou da morte para a vida.

Apocalipses 21; 4-7: E Deus limpará de seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor, porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: "Eis que faço novas todas as coisas". E disse-me: "Escreve, porque estas palavras são verdadeiras e fieis". E disse-me mais: "Está cumprido; Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. Quem vencer herdará todas as coisas, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.




Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla

sábado, 4 de noviembre de 2017

Himno 7 HCE- Todo a Cristo yo me rindo




1.     Todo a Cristo yo me rindo,
Con el fin de serle fiel;
Para siempre quiero amarle,
Y agradarle sólo a El.


Coro
Yo me rindo a El,
Yo me rindo a El,
Todo a Cristo yo me entrego,
Quiero serle fiel.


2.     Todo a Cristo yo me rindo,
A sus pies postrado estoy;
Los placeres he dejado,
Y le sigo desde hoy.


3.     Todo a Cristo yo me rindo,
Sí, de todo corazón;
Yo le entrego alma y cuerpo,
Busco hoy su santa unción.


4.  Todo a Cristo he rendido,
Siento el fuego de su amor;
¡Oh, qué gozo hay en mí alma!
¡Gloria, gloria a mi Señor!




Salmos 37; 5: Entrega a Jehová tu camino, Y confía en Él; y Él hará.

Efesios 5; 1: Sed, pues, imitadores de Dios como hijos amados.


2 Timoteo 2; 13: Si fuéremos infieles, Él permanece fiel; El no puede negarse a sí mismo.

Números 23; 19: Dios no es hombre, para que mienta, Ni hijo de hombre para que se arrepienta. El dijo, ¿y no hará? Habló, ¿y no lo ejecutará?

Santiago 1; 17: Toda buena dádiva y todo don perfecto desciende de lo alto, del Padre de las luces, en el cual no hay mudanza, ni sombra de variación.

Hebreos 6; 18: Para que por dos cosas inmutables, en las cuales es imposible que Dios mienta, tengamos un fortísimo consuelo los que hemos acudido para asirnos de la esperanza puesta delante de nosotros.

1 Tesalonicenses 5; 23 y 24: Y el mismo Dios de paz os santifique por completo; y todo vuestro ser, espíritu, alma y cuerpo, sea guardado irreprensible para la venida de nuestro Señor Jesucristo. Fiel es el que os llama, el cual también lo hará.

Hebreos 10; 23: Mantengamos firme, sin fluctuar, la profesión de nuestra esperanza, porque fiel es el que prometió.


Mateo 24; 13: Mas el que persevere hasta el fin, éste será salvo.

Apocalipsis 2; 10: No temas en nada lo que vas a padecer. He aquí, el diablo echará a algunos de vosotros en la cárcel, para que seáis probados, y tendréis tribulación por diez días. Sé fiel hasta la muerte, y yo te daré la corona de la vida.




Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla

lunes, 30 de octubre de 2017

Poema- No caminho de Damasco



Paulo de Tarso
Foi um homem privilegiado
Pois viu o brilho de Jesus
No caminho de Damasco.

A cegueira decorrente
Foi para fazê-lo refletir
Das ações que havia feito
Antes de chegar ali.

Orando e jejuando
Buscou se redimir
Porque sabia que aquele encontro
Mudaria a sua vida.

Antes Saulo e agora Paulo
Todos iriam saber
Que o homem que perseguia cristãos
Agora era um deles.

Se como Saulo fazia cumprir
Os mandamentos recebidos
Aos pés de Gamaliel
Agora, como Paulo, se regozijava
Com os ensinamentos do Espírito.

Que lição maravilhosa
Aprendemos com o irmão Paulo
Que aquele que encontra Cristo
Realmente se transforma.

Jesus muda tudo
Muda nome de batismo
Para que todos saibam
Que se é nova criatura.

O passado de perseguições
Em nome de uma religião
Transforma-se
Em amor ao próximo
Por causa de Cristo Jesus.

Edna das Dores de Oliveira Coimbra


Atos 9; 1-31: Enquanto isso, Saulo ainda respirava ameaças de morte contra os discípulos do Senhor. Dirigindo-se ao sumo sacerdote, pediu-lhe cartas para as sinagogas de Damasco, de maneira que, caso encontrasse ali homens ou mulheres que pertencessem ao Caminho, pudesse levá-los presos para Jerusalém. Em sua viagem, quando se aproximava de Damasco, de repente brilhou ao seu redor uma luz vinda do céu. Ele caiu por terra e ouviu uma voz que lhe dizia: "Saulo, Saulo, por que você me persegue?" Saulo perguntou: "Quem és tu, Senhor?" Ele respondeu: "Eu sou Jesus, a quem você persegue. Levante-se, entre na cidade; alguém dirá o que você deve fazer". Os homens que viajavam com Saulo pararam emudecidos; ouviam a voz, mas não viam ninguém. Saulo levantou-se do chão e, abrindo os olhos, não conseguia ver nada. E os homens o levaram pela mão até Damasco. Por três dias ele esteve cego, não comeu nem bebeu. Em Damasco havia um discípulo chamado Ananias. O Senhor o chamou numa visão: "Ananias!" "Eis-me aqui, Senhor", respondeu ele. O Senhor lhe disse: "Vá à casa de Judas, na rua chamada Direita, e pergunte por um homem de Tarso chamado Saulo. Ele está orando; numa visão viu um homem chamado Ananias chegar e impor-lhe as mãos para que voltasse a ver". Respondeu Ananias: "Senhor, tenho ouvido muita coisa a respeito desse homem e de todo o mal que ele tem feito aos teus santos em Jerusalém. Ele chegou aqui com autorização dos chefes dos sacerdotes para prender todos os que invocam o teu nome". Mas o Senhor disse a Ananias: "Vá! Este homem é meu instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e seus reis, e perante o povo de Israel. Mostrarei a ele quanto deve sofrer pelo meu nome". Então Ananias foi, entrou na casa, pôs as mãos sobre Saulo e disse: "Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que apareceu no caminho por onde você vinha, enviou-me para que você volte a ver e seja cheio do Espírito Santo". Imediatamente, algo como escamas caiu dos olhos de Saulo e ele passou a ver novamente. Levantando-se, foi batizado e, depois de comer, recuperou as forças. Saulo passou vários dias com os discípulos em Damasco. Logo começou a pregar nas sinagogas que Jesus é o Filho de Deus. Todos os que o ouviam ficavam perplexos e perguntavam: "Não é ele o homem que procurava destruir em Jerusalém aqueles que invocam este nome? E não veio para cá justamente para levá-los presos aos chefes dos sacerdotes?" Todavia, Saulo se fortalecia cada vez mais e confundia os judeus que viviam em Damasco, demonstrando que Jesus é o Cristo. Decorridos muitos dias, os judeus decidiram de comum acordo matá-lo, mas Saulo ficou sabendo do plano deles. Dia e noite eles vigiavam as portas da cidade a fim de matá-lo. Mas os seus discípulos o levaram de noite e o fizeram descer num cesto, através de uma abertura na muralha. Quando chegou a Jerusalém, tentou reunir-se aos discípulos, mas todos estavam com medo dele, não acreditando que fosse realmente um discípulo. Então Barnabé o levou aos apóstolos e lhes contou como, no caminho, Saulo vira o Senhor, que lhe falara, e como em Damasco ele havia pregado corajosamente em nome de Jesus. Assim, Saulo ficou com eles e andava com liberdade em Jerusalém, pregando corajosamente em nome do Senhor. Falava e discutia com os judeus de fala grega, mas estes tentavam matá-lo. Sabendo disso, os irmãos o levaram para Cesareia e o enviaram para Tarso. A igreja passava por um período de paz em toda a Judeia, Galileia e Samaria. Ela se edificava e, encorajada pelo Espírito Santo, crescia em número, vivendo no temor do Senhor.

Atos 13; 9 a: Então Saulo, também chamado Paulo, cheio do Espírito Santo.


2 Coríntios 5; 7: Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é. As coisas antigas já passaram; eis que tudo se fez novo.




Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla

jueves, 26 de octubre de 2017

Poema- Sobre o Grande Amor




Um coração que carrega um amor debilitado
é incapaz de ser herói
Não tem coragem de sofrer um sacrifício

Um coração que carrega um amor fraco
Não vence o próprio egoísmo
Não se interessa pela prática do altruísmo

O coração que carrega um amor pequeno
Tem que suportar o próprio fardo
De viver uma vida completamente vazia.

Mas o coração que sustenta um grande amor
É capaz de experimentar uma grande felicidade

Clávio Jacinto


1 Coríntios 13; 1-8: Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine. Ainda que eu tenha o dom de profecia, saiba todos os mistérios e todo o conhecimento e tenha uma fé capaz de mover montanhas, se não tiver amor, nada serei. Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me valerá. O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará. 

1 João 4; 8: Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.

Salmos 63; 3: O teu amor é melhor do que a vida! Por isso os meus lábios te exaltarão.

João 15; 12: O meu mandamento é este: Amem-se uns aos outros como eu os amei.

1 Coríntios 8; 1 b: O conhecimento traz orgulho, mas o amor edifica.




Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla

miércoles, 18 de octubre de 2017

Arte?, Não destruam a infância!



Amados, recentemente vimos outro tema em foco nos telejornais e mídias sociais, que foram duas exposições de “arte” patrocinadas por instituições governamentais e por bancos, ou seja, usando o dinheiro do povo brasileiro para patrocinar o total desrespeito às leis de Deus, à moral e à infância, bem como a própria classificação indicativa do respectivo museu. Isto é Arte? Não! É lixo!

1 Timóteo 1; 8-20: Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usar legitimamente, reconhecendo que a lei não é feita para o justo, mas para os transgressores e insubordinados, os irreverentes e pecadores, os ímpios e profanos, para os parricidas, matricidas e homicidas, para os devassos, os sodomitas, os roubadores de homens, os mentirosos, os perjuros, e para tudo que for contrário à sã doutrina, segundo o evangelho da glória do Deus bendito, que me foi confiado. Dou graças àquele que me fortaleceu, a Cristo Jesus nosso Senhor, porque me julgou fiel, pondo-me no seu ministério, ainda que outrora eu era blasfemador, perseguidor, e injuriador; mas alcancei misericórdia, porque o fiz por ignorância, na incredulidade; e a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e o amor que há em Cristo Jesus. Fiel é esta palavra e digna de toda a aceitação; que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais sou eu o principal; mas por isso alcancei misericórdia, para que em mim, o principal, Cristo Jesus mostrasse toda a sua longanimidade, a fim de que eu servisse de exemplo aos que haviam de crer nele para a vida eterna. Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus, seja honra e glória para todo o sempre. Amém. Esta admoestação te dirijo, filho Timóteo, que segundo as profecias que houve acerca de ti, por elas pelejes a boa peleja, conservando a fé, e uma boa consciência, a qual alguns havendo rejeitado, naufragando no tocante à fé; e entre esses Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar.

Romanos 5; 19-21: Porque, assim como pela desobediência de um só homem muitos foram constituídos pecadores, assim também pela obediência de um muitos serão constituídos justos. Sobreveio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça; para que, assim como o pecado veio a reinar na morte, assim também viesse a reinar a graça pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor.



Moloque: Melech (esta é a forma original que significava “rei” nas línguas semitas. Os judeus distorceram-na para o hebraico MOLECH, de modo a associarem melech (rei) com boshth (vergonha)). Molech era um rei divino cruel. Embora MOLOC signifique rei, era na verdade um deus adorado pelos povos de Moabe, Canaã, Cartago e Tiro, em seu nome faziam a queima de crianças primogênitas e também a perversão da pedofilia através de seus sacerdotes satânicos.

Levítico 18; 21-30: Uniões Abomináveis
Não oferecerás a Moloque nenhum dos teus filhos, fazendo-o passar pelo fogo; nem profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o Senhor. Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; é abominação. Nem te deitarás com animal algum, contaminando-te com ele; nem a mulher se porá perante um animal, para ajuntar-se com ele; é confusão. Não vos contamineis com nenhuma dessas coisas, porque com todas elas se contaminaram as nações que eu expulso de diante de vós; e, porquanto a terra está contaminada, eu visito sobre ela a sua iniquidade, e a terra vomita os seus habitantes. Vós, pois, guardareis os meus estatutos e os meus preceitos, e nenhuma dessas abominações fareis, nem o natural, nem o estrangeiro que peregrina entre vós (porque todas essas abominações cometeram os homens da terra, que nela estavam antes de vós, e a terra ficou contaminada); para que a terra não seja contaminada por vós e não vos vomite também a vós, como vomitou a nação que nela estava antes de vós. Pois qualquer que cometer alguma dessas abominações, sim, aqueles que as cometerem serão extirpados do seu povo. Portanto guardareis o meu mandamento, de modo que não caiais em nenhum desses abomináveis costumes que antes de vós foram seguidos, e para que não vos contamineis com eles. Eu sou o Senhor vosso Deus.


É claro que o abuso sexual de crianças era explicito nos tais “cultos” dedicados à moloch, infelizmente, buscando, não sei o por que (se bem que sei e era principalmente dinheiro, igualzinho aos dias de hoje), os próprios pais entregavam seus filhos aos “sacerdotes” que abusavam sexualmente das crianças e as sacrificavam queimando-as. Deus, porém, não era, não é, nem nunca será alheio a tal situação, pois disse:E, se o povo da terra de alguma maneira esconder os seus olhos daquele homem, quando der da sua descendência a Moloque, para não o matar. Então eu porei a minha face contra aquele homem, e contra a sua família, e o extirparei do meio do seu povo, bem como a todos que forem após ele, prostituindo-se com Moloque.” (Levítico 20; 4 e 5) A pena que Deus dava aos pedófilos, bem como aos pais que entregavam seus filhos a pedofilia é a pena de morte.

Apesar de narrar tão somente um verso de Levítico, na Bíblia a alusão à moloque e as repreensões de Deus à tais práticas, são encontradas em outros textos, segue um:

Jeremias 32; 35: Também edificaram os altos de Baal, que estão no vale do filho de Hinom, para fazerem passar seus filhos e suas filhas pelo fogo a Moloque; o que nunca lhes ordenei, nem me passou pela mente, que fizessem tal abominação, para fazerem pecar a Judá.

Pr. Paulo José da Silva



Deus é bem claro em sua Palavra quanto ao que se deve e ao que não se deve fazer, só se engana quem não vigia.

Levítico 20; 13-17: As penas de diversos crimes
Se um homem se deitar com outro homem, como se fosse com mulher, ambos terão praticado abominação; certamente serão mortos; o seu sangue será sobre eles. Se um homem tomar uma mulher e a mãe dela, é maldade; serão queimados no fogo, tanto ele quanto elas, para que não haja maldade no meio de vós. Se um homem se ajuntar com um animal, certamente será morto; também matareis o animal. Se uma mulher se chegar a algum animal, para ajuntar-se com ele, matarás a mulher e bem assim o animal; certamente serão mortos; o seu sangue será sobre eles: Se um homem tomar a sua irmã, por parte de pai, ou por parte de mãe, e vir a nudez dela, e ela a dele, é torpeza; portanto serão extirpados aos olhos dos filhos do seu povo; terá descoberto a nudez de sua irmã; levará sobre si a sua iniquidade.

Deuteronômio 22; 5: Não haverá traje de homem na mulher, e não vestirá o homem vestido de mulher, porque qualquer que faz isto é abominação ao Senhor teu Deus.

1 Coríntios 6; 9-13: Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. E tais fostes alguns de vós; mas fostes lavados, mas fostes santificados, mas fostes justificados em nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus. Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas. Os alimentos são para o estômago e o estômago para os alimentos; Deus, porém aniquilará, tanto um como os outros. Mas o corpo não é para a prostituição, mas para o Senhor, e o Senhor para o corpo.

Não é por acaso que os que vivem dissolutamente são chamados na Bíblia de Sodomitas, é fazendo alusão às práticas esdrúxulas de Sodoma e Gomorra. Não sou tolerante e nem conivente a essas barbaridades, porém como Cristã que sou, obedecendo ao meu chamado, venho aqui vos alertar para que se salvem e não pereçam. Pois se nem os anjos de Deus suportaram as imundices de Sodoma e Gomorra, imagine se Deus está se agradando destas nojeiras? Ele está irado com a perversidade e imoralidade da humanidade. Não foi pra isto que fomos criados por Ele!

Gênesis 19; 1-30: À tarde chegaram os dois anjos a Sodoma. Ló estava sentado à porta de Sodoma e, vendo-os, levantou-se para os receber; prostrou-se com o rosto em terra, e disse: Eis agora, meus senhores, entrai, peço-vos em casa de vosso servo, e passai nela a noite, e lavai os pés; de madrugada vos levantareis e ireis vosso caminho. Responderam eles: Não; antes na praça passaremos a noite. Entretanto, Ló insistiu muito com eles, pelo que foram com ele e entraram em sua casa; e ele lhes deu um banquete, assando-lhes pães ázimos, e eles comeram. Mas antes que se deitassem, cercaram a casa os homens da cidade, isto é, os homens de Sodoma, tanto os moços como os velhos, sim, todo o povo de todos os lados; e, chamando a Ló, perguntaram-lhe: Onde estão os homens que entraram esta noite em tua casa? Traze-os cá fora a nós, para que os conheçamos. Então Ló saiu-lhes à porta, fechando-a atrás de si, e disse: Meus irmãos, rogo-vos que não procedais tão perversamente; eis aqui, tenho duas filhas que ainda não conheceram varão; eu vo-las trarei para fora, e lhes fareis como bem vos parecer: somente nada façais a estes homens, porquanto entraram debaixo da sombra do meu telhado. Eles, porém, disseram: Sai daí. Disseram mais: Esse indivíduo, como estrangeiro veio aqui habitar, e quer se arvorar em juiz! Agora te faremos mais mal a ti do que a eles. E arremessaram-se sobre o homem, isto é, sobre Ló, e aproximavam-se para arrombar a porta. Aqueles homens, porém, estendendo as mãos, fizeram Ló entrar para dentro da casa, e fecharam a porta; e feriram de cegueira os que estavam do lado de fora, tanto pequenos como grandes, de maneira que cansaram de procurar a porta. Então disseram os homens a Ló: Tens mais alguém aqui? Teu genro, e teus filhos, e tuas filhas, e todos quantos tens na cidade, tira-os para fora deste lugar; porque nós vamos destruir este lugar, porquanto o seu clamor se tem avolumado diante do Senhor, e o Senhor nos enviou a destruí-lo. Tendo saído Ló, falou com seus genros, que haviam de casar com suas filhas, e disse-lhes: Levantai-vos, saí deste lugar, porque o Senhor há de destruir a cidade. Mas ele pareceu aos seus genros como quem estava zombando. E ao amanhecer os anjos apertavam com Ló, dizendo: levanta-te, toma tua mulher e tuas duas filhas que aqui estão, para que não pereças no castigo da cidade. Ele, porém, se demorava; pelo que os homens pegaram-lhe pela mão a ele, à sua mulher, e às suas filhas, sendo-lhe misericordioso o Senhor. Assim o tiraram e o puseram fora da cidade. Quando os tinham tirado para fora, disse um deles: Escapa-te, salva tua vida; não olhes para trás de ti, nem te detenhas em toda esta planície; escapa-te lá para o monte, para que não pereças. Respondeu-lhe Ló: Ah, assim não, meu Senhor! Eis que agora o teu servo tem achado graça aos teus olhos, e tens engrandecido a tua misericórdia que a mim me fizeste, salvando-me a vida; mas eu não posso escapar-me para o monte; não seja caso me apanhe antes este mal, e eu morra. Eis ali perto aquela cidade, para a qual eu posso fugir, e é pequena. Permite que eu me escape para lá (porventura não é pequena?), e viverá a minha alma. Disse-lhe: Quanto a isso também te hei atendido, para não subverter a cidade de que acabas de falar. Apressa-te, escapa-te para lá; porque nada poderei fazer enquanto não tiveres ali chegado. Por isso se chamou o nome da cidade Zoar. Tinha saído o sol sobre a terra, quando Ló entrou em Zoar. Então o Senhor, da sua parte, fez chover do céu enxofre e fogo sobre Sodoma e Gomorra. E subverteu aquelas cidades e toda a planície, e todos os moradores das cidades, e o que nascia da terra. Mas a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida em uma estátua de sal. E Abraão levantou-se de madrugada, e foi ao lugar onde estivera em pé diante do Senhor; e, contemplando Sodoma e Gomorra e toda a terra da planície, viu que subia da terra fumaça como a de uma fornalha. Ora, aconteceu que, destruindo Deus as cidades da planície, lembrou-se de Abraão, e tirou Ló do meio da destruição, ao subverter aquelas cidades em que Ló habitara. E subiu Ló de Zoar, e habitou no monte, e as suas duas filhas com ele; porque temia habitar em Zoar; e habitou numa caverna, ele e as suas duas filhas.


A pedofilia não é novidade, ela já existe desde muito tempo, o termo que talvez seja novo, bem como as ferramentas que o inimigo usa para este fim. A cada passo que a humanidade dá para o conhecimento e para a ‘evolução’, também seguem dando passos largos para a ruína espiritual, pois o nosso adversário não fica satisfeito com a nossa existência, ele sempre cria novos métodos e aprimora os antigos para nos destruir, e ele só tem tido êxito porque a humanidade que é pecadora desde o princípio, também não cansa de desafiar Deus, de ser insubordinada ao Criador; como um filho rebelde que procura fazer tudo oposto às orientações dos pais e obedecem aos coleguinhas que só lhe mandam para caminhos tortuosos, que te oferecem de ‘graça’ (nada é de graça, tudo tem um preço e o preço do pecado é a muito alto e a consequência é a morte) bebidas, ingressos pra show e/ou balada; mais na hora da dificuldade eles te viram as costas. Irmã Erica, a senhora não sabe o que está falando, porque a sra sempre foi crente. É verdade, graças a Deus que sempre fui cristã, porém o inimigo de nossas almas não fica satisfeito em ver uma crente de pé na escola, faculdade ou trabalho; ele manda os seus servos nos oferecer estas coisas e cabe a cada um de nós renunciar ao pecado e buscar manter-se de pé, vigiar e se livrar das astutas ciladas do diabo. Sempre procurei me manter firme na minha fé em Deus, com temor ao Senhor (foge como José... fugir neste caso não é sinônimo de covardia e sim de coragem), bem como me desviando da aparência do mal, e é por isto que estou de pé e quero permanecer assim até o Senhor vir me buscar. Esta semana me perguntaram se o lugar onde moramos influencia a nossa fé. Eu disse que não, porque a nossa conduta cristã deve ser igual em qualquer lugar.

Salmos 51; 5: Eis que eu nasci em iniquidade, e em pecado me concedeu minha mãe.


Provérbios 3; 11 e 12: Filho meu, não rejeites a disciplina do Senhor, nem te enojes da sua repreensão; porque o Senhor repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem.

Hebreus 12; 4-11: Ainda não resististes até o sangue, combatendo contra o pecado; e já vos esquecestes da exortação que vos admoesta como a filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, nem te desanimes quando por ele és repreendido; pois o Senhor corrige ao que ama, e açoita a todo o que recebe por filho. É para disciplina que sofreis; Deus vos trata como a filhos; pois qual é o filho a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos se têm tornado participantes, sois então bastardos, e não filhos. Além disto, tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e os olhávamos com respeito; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, e viveremos? Pois aqueles por pouco tempo nos corrigiam como bem lhes parecia, mas este, para nosso proveito, para sermos participantes da sua santidade. Na verdade, nenhuma correção parece no momento ser motivo de gozo, porém de tristeza; mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos que por ele têm sido exercitados.


Romanos 6; 23: Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.


1 Coríntios 10; 12 e 13: Aquele, pois, que pensa estar em pé, olhe não caia. Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar.


Efésios 6; 11-20: Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo; pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, conta os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniquidade nas regiões celestes. Portanto tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, permanecer firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça, e calçando os pés com a preparação do evangelho da paz, tomando, sobretudo, o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; orando em todo tempo com toda a oração e súplica no Espírito e, para o mesmo fim, vigiando com toda a perseverança e súplica, por todos os santos, e por mim, para que me seja dada a palavra, no abrir da minha boca, para, com intrepidez, fazer conhecido o mistério do evangelho, pelo qual sou embaixador em cadeias, para que nele eu tenha coragem para falar como devo falar.

1 Tessalonicenses 5; 22: Abstende-vos de toda espécie de mal.

Tiago 4; 7: Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós.

1 Pedro 5; 8 e 9: Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que os mesmos sofrimentos estão-se cumprindo entre os vossos irmãos no mundo.


Gênesis 39; 7-23: E aconteceu depois destas coisas que a mulher do seu senhor pôs os olhos em José, e lhe disse: Deita-te comigo. Mas ele recusou, e disse à mulher do seu senhor: Eis que o meu senhor não sabe o que está comigo na sua casa, e entregou em minha mão tudo o que tem; ele não é maior do que eu nesta casa; e nenhuma coisa me vedou, senão a ti, porquanto és sua mulher. Como, pois, posso eu cometer este grande mal, e pecar contra Deus? Entretanto, ela instava com José dia após dia; ele, porém, não lhe dava ouvidos, para se deitar com ela, ou estar com ela. Mas sucedeu, certo dia, que entrou na casa para fazer o seu serviço; e nenhum dos homens da casa estava lá dentro. Então ela, pegando-o pela capa, lhe disse: Deita-te comigo! Mas ele, deixando a capa na mão dela, fugiu, escapando para fora. Quando ela viu que ele deixara a capa na mão dela e fugira para fora, chamou pelos homens de sua casa, e disse-lhes: Vede! meu marido trouxe-nos um hebreu para nos insultar; veio a mim para se deitar comigo, e eu gritei em alta voz; e ouvigiu-se para ela no caminho, e disse: Vem, deixa-me deixou, aqui a sua capa e fugiu, escapando para fora. Ela guardou a capa consigo, até que o senhor dele voltou a casa. Então falou-lhe conforme as mesmas palavras, dizendo: O servo hebreu, que nos trouxeste, veio a mim para me insultar; mas, levantando eu a voz e gritando, ele deixou comigo a capa e fugiu para fora. Tendo o seu senhor ouvido as palavras de sua mulher, que lhe falava, dizendo: Desta maneira me fez teu servo, a sua ira se acendeu. Então o senhor de José o tomou, e o lançou no cárcere, no lugar em que os presos do rei estavam encarcerados; e ele ficou ali no cárcere. O Senhor, porém, era com José, estendendo sobre ele a sua benignidade e dando-lhe graça aos olhos do carcereiro, o qual entregou na mão de José todos os presos que estavam no cárcere; e era José quem ordenava tudo o que se fazia ali. E o carcereiro não tinha cuidado de coisa alguma que estava na mão de José, porquanto o Senhor era com ele, fazendo prosperar tudo quanto ele empreendia.



"O que a Bíblia diz sobre a pedofilia?"

Não há nenhuma menção direta sobre pedofilia na Bíblia. Entretanto, existem vários princípios bíblicos que definitivamente se aplicam a este pecado perverso e abusivo. Um deles é a visão da Bíblia sobre o pecado da fornicação. A palavra traduzida como "fornicação" tem a mesma ideia tanto no hebraico quanto no grego. A palavra grega é porneia, a partir da qual temos as palavras porno e pornografia. A palavra na Bíblia refere-se a qualquer atividade sexual ilegal, e isso teria que incluir os atos abomináveis de um pedófilo - inclusive a coleta e comercialização de fotos obscenas ou indecentes de crianças. As pessoas que usam este tipo de pornografia geralmente progridem do olhar ao fazer, trazendo grande risco às crianças. A fornicação é um dos "desejos da carne" e uma das coisas más que vêm do coração de um homem separado de Deus.

Gálatas 5; 16-21: Digo, porém: Andai pelo Espírito, e não haveis de cumprir a cobiça da carne. Porque a carne luta contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus.

Marcos 7; 21-23: Pois é do interior, do coração dos homens, que procedem os maus pensamentos, as prostituições, os furtos, os homicídios, os adultérios, a cobiça, as maldades, o dolo, a libertinagem, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a insensateztodas estas más coisas procedem de dentro e contaminam o homem.



Os pedófilos compartilham a característica de serem "sem afeição natural". A frase "sem afeição natural" é traduzida de uma palavra grega que significa "desumano, sem amor e insociável.". O sem afeição natural age de formas que são contra a norma social. Isso certamente descreve um pedófilo.

Romanos 1; 21-32: Porquanto, tendo conhecido a Deus, contudo não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes nas suas especulações se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se estultos, e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si; pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente. Amém. Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza; semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro. E assim como eles rejeitaram o conhecimento de Deus, Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convêm; estando cheios de toda a injustiça, malícia, cobiça, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, dolo, malignidade; sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos paisnéscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, sem misericórdiaos quais, conhecendo bem o decreto de Deus, que declara dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que as praticam.

2 Timóteo 3; 1-5: Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos; pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpiossem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bemtraidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta-te também desses.


Além disso, há um princípio encontrado nas palavras de Jesus sobre as crianças. Jesus usou uma criança para descrever a seus discípulos como é a fé necessária para entrar no reino dos céus. Ao mesmo tempo, Ele disse que o Pai se importa com todos os Seus "pequeninos". Nessa passagem, Jesus diz: "Vede, não desprezeis a qualquer destes pequeninos; porque eu vos afirmo que os seus anjos nos céus veem incessantemente a face de meu Pai celeste". A palavra desprezar em grego significa "causar um tropeço, colocar uma pedra de tropeço ou obstáculo no caminho, sobre a qual se pode tropeçar e cair, atrair ao pecado ou levar uma pessoa a começar a desconfiar e abandonar alguém a quem deve obedecer e em quem deve confiar".

Estas definições da palavra desprezar podem ser facilmente aplicadas às ações de um pedófilo. É claro que o princípio de não prejudicar uma criança pode ser aplicado a uma ampla gama de ações abusivas, e Mateus 18; 10 argumenta contra qualquer tipo de dano a uma criança.

Mateus 18; 1-14: Naquela hora chegaram-se a Jesus os discípulos e perguntaram: Quem é o maior no reino dos céus? Jesus, chamando uma criança, colocou-a no meio deles, e disse: Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, quem se tornar humilde como esta criança, esse é o maior no reino dos céus. E qualquer que receber em meu nome uma criança tal como esta, a mim me recebe. Mas qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e se submergisse na profundeza do mar. Ai do mundo, por causa dos tropeços! pois é inevitável que venham; mas ai do homem por quem o tropeço vier! Se, pois, a tua mão ou o teu pé te fizer tropeçar, corta-o, lança-o de ti; melhor te é entrar na vida aleijado, ou coxo, do que, tendo duas mãos ou dois pés, ser lançado no fogo eterno. E, se teu olho te fizer tropeçar, arranca-o, e lança-o de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que tendo dois olhos, ser lançado no inferno de fogo. Vede, não desprezeis a nenhum destes pequeninos; pois eu vos digo que os seus anjos nos céus sempre vêm a face de meu Pai, que está nos céus. [Porque o Filho do homem veio salvar o que se havia perdido.] Que vos parece? Se alguém tiver cem ovelhas, e uma delas se extraviar, não deixará as noventa e nove nos montes para ir buscar a que se extraviou? E, se acontecer achá-la, em verdade vos digo que maior prazer tem por esta do que pelas noventa e nove que não se extraviaram. Assim também não é da vontade de vosso Pai que está nos céus, que venha a perecer um só destes pequeninos.

Lucas 17; 1 e 2: Disse Jesus a seus discípulos: É impossível que não venham tropeços, mas ai daquele por quem vierem! Melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho e fosse lançado ao mar, do que fazer tropeçar um destes pequeninos.

Lucas 18; 16 e 17: Jesus, porém, chamando-as para si, disse: Deixai vir a mim as crianças, e não as impeçais, porque de tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo que, qualquer que não receber o reino de Deus como criança, de modo algum entrará nele.



No livro de Tiago 1; 14 e 15 afirma: “Cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz. Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte.”. Esse texto nos esclarece que o homem é tentado pela sua própria cobiça, ou seja, é impulsionado a cometer seus próprios desejos, desejos esses que são frutos de maus pensamentos.

A pedofilia além de ser um ato de cunho criminoso, existe um lado que é muito pior, é o estado psicológico da vítima, gerará consequências trágicas na vida desse indivíduo, pois poderá criar bloqueios, frustrações, traumas, medos, inseguranças, depressões, e muitas outras implicações que irá defasar tanto o lado emocional quanto o social.

Deus é o único que pode libertar a opressão de quem já passou por esse drama, Ele também pode perdoar aquele que genuinamente se arrepende por ter praticado tal insanidade, porém se não houver arrependimento, este não herdará o reino de Deus, mas sim terá o castigo eterno.

Tiago 1; 13-15: Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e Ele a ninguém tenta. Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência; então a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.



Significado de Pedofilia: pədɔfiˈliɐ

Pedofilia (também chamada de paedophilia erotica ou pedosexualidade) é um transtorno psiquiátrico em que um adulto ou adolescente mais velho sente uma atração sexual primária ou exclusiva por crianças pré-púberes, geralmente abaixo dos 12 anos de idade. É a prática de ato sexual de um adulto com quem ainda não atingiu a puberdade ou está no início da puberdade, isto é Crime!
Pedofilia é o desvio sexual "caracterizado pela atração por crianças, com os quais os portadores dão vazão ao erotismo pela prática de obscenidades ou de atos libidinosos" (Croce, 1995).




Porque deixei para falar sobre isto agora? Porque no dia 12 deste mês foi comemorado o dia das crianças e a ironia e hipocrisia da sociedade é tamanha que permitem que a infância de suas crianças seja desrespeitada, ao ponto de expor as crianças a tais manifestações “culturais” e “artísticas”. Pois bem, para que está desinformado vou expor de forma não tão explicita (sem veicular as referidas imagens), porém me fazendo entender: Em uma das exposições foram apresentados esculturas sexuais e quadros como se desenhados por crianças, cujas protagonizam as telas em circunstancias inadequadas, lascivas e criminosas; como nuas, sendo estupradas por diversos adultos, como sendo gays, como sendo entidades satânicas (pra quem não sabe, não eram apenas desenhos, a afronta era ainda pior, porque os professores das escolas vendavam as crianças para tocarem nas genitálias dos coleguinhas para terem ‘percepção de gênero’ e em nome do “combate ao preconceito”.),..., bem como telas e obras com temas de zoofilia, racismo e desrespeito a símbolos religiosos de outros grupos (eu como cristã na adoro imagens de escultura, porém não as vandalizo e/ou incito tal prática. Como já falei aqui antes, os que exigem tanto respeito às ‘minorias’ são os primeiros a desrespeitar qualquer um que discorde de suas práticas lascivas.); e na outra exposição, já com o consentimento dos pais, expuseram crianças (meninas) a um homem desnudo e tocando nele como se isso fosse normal. Em que mundo estes pais vivem? Onde está o censo moral deles? Era para eles protegerem suas crianças e ao invés disto, estão expondo-as de maneira vil e inconsequente. Se eles permitem isto, por certo que permitem coisas piores.

Provérbios 22; 6: Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele.

Não destruam a infância, Respeitem-na e Protejam-na!


Provérbios 31; 8 e 9: Abre a tua boca a favor do mudo, a favor do direito de todos os desamparados. Abre a tua boca; julga retamente, e faze justiça aos pobres e aos necessitados.


Estes são pessoas sem moral, transviadas, pois fazem apologia à pedofilia, pornografia infantil, promiscuidade, lascívia e todo tipo de obscenidades (ato obsceno, atentado violento ao pudor, pedofilia, prostituição infantil, pornografia infantil, abuso de vulnerável/incapaz). Isto é crime! Estes pais podem até perder a guarda de suas crianças por isto. Aí me pergunto, em que família essas crianças vão parar? Se nem a sua lhes repeitou e protegeu, será que serão cuidadas adequadamente em outro ambiente?

Me desculpem a franqueza, mais eu acho que estas pessoas não deveriam ter filhos, pois não tem nada de bom pra ensinar, muito pelo contrário, estão expondo as crianças a situações inadequadas/obscenas (destruindo a infância e a inocência destas crianças, cujas sofrerão no futuro por esta interrupção abrupta do seu crescimento físico, mental e emocional; isto acarreta em traumas profundos nas vidas deles, distúrbios afetivos e sexuais, mesmo quando adultos sofrerão as consequências desta exposição. Muitos quando adultos, vivem dissolutamente pensando que é normal, ou acham que nasceram no corpo errado e ‘adotam’ condutas do sexo oposto, e pra piorar, a perturbação é tamanha que não suportam e tentam contra a própria vida, cometendo suicídio. Ví depoimentos de um médico e relatos de vítimas de abuso sexual na infância que corroboram com o meu argumento.). Estão bagunçando a cabecinhas das crianças, justamente quem deveria protegê-las. Estes ‘pais’ deveriam ter consciência e não colocar filhos no mundo pra serem escravos do pecado como eles.




É uma triste realidade que a cada ano as crianças estão perdendo a inocência e a pureza cada vez mais cedo. Estão tendo conhecimento do bem e do mal precocemente, pois não tem maturidade para administrar esta involução da sociedade. Criança deve ser criança, deve viver como criança, deve brincar como criança, deve estudar,... viver de forma sadia e digna. Estão matando a inocência e a pureza das crianças. Quando Deus ordenou que não comessem do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, era justamente para evitar a entrada do pecado no mundo, e no momento que o ser humano teve consciência do pecado tudo mudou. Não precisa precipitar nada, as crianças tem um tempo curto pra serem alheias a maldade, confiam e são confiáveis pois são sinceras, e a precipitação é algo que leva ao precipício do pecado com antecedência, no tempo em que elas não tem maturidade e discernimento para saber se defender e se livrar de assédios de pessoas inescrupulosas e nojentas.

Gênesis 2; 16 e 17: Ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim podes comer livremente; mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.

Gênesis 3; 6-11: Então, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, comeu, e deu a seu marido, e ele também comeu. Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; pelo que coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais. E, ouvindo a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim à tardinha, esconderam-se o homem e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim. Mas chamou o Senhor Deus ao homem, e perguntou-lhe: Onde estás? Respondeu-lhe o homem: Ouvi a tua voz no jardim e tive medo, porque estava nu; e escondi-me. Deus perguntou-lhe mais: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses?


Até nos desenhos animados nossas crianças são doutrinadas para o pecado e os pais nem percebem. Há desenhos que induzem ao homossexualismo, ao colocarem duas pessoas do mesmo sexo se beijando na boca; que erotizam a mente das crianças ao expô-las a desenhos de órgãos sexuais masculinos e/ou femininos; desenhos que estimulam a agressividade,...

Um outro fato sobre a pedofilia é que há países que permitem o casamento de crianças com adultos. Os pais não só ‘permitem’, como vendem os filhos para o pedófilo que pagar mais. Há relatos de meninas que morreram na noite de núpcias, justamento porque o seu corpinho não estava pronto para tal. Há relatos também de crianças de 5 anos grávidas, por serem estupradas por algum parente ou por casamentos precipitados.

Em um grupo no facebook de um pastor, vi uma denuncia de um vídeo de crianças entre 5 a 7 anos dançando de forma sensual e sexual umas com as outras em uma escola aqui no Brasil. As imagens são absurdas, fiquei estarrecida com aquilo e sei que não é uma exceção, pois como já disse aqui, estão inserindo conteúdos sexuais na grade curricular de crianças que ainda usam fralda nas escolas públicas e particulares e cabe a nós não permitirmos que violem a criação de nossas crianças (não sou mãe, mais sou tia e professora de criança na igreja e a minha forma de coibir é através das minhas publicações; porém quem é pai e mãe, precisa vistoriar o material educacional de suas crianças e ao detectar irregularidades, denunciar (o material, a escola e até os professores) aos órgãos competentes para que tomem as medidas cabíveis em proteção da criança e adolescente.). Uma amiga tirou suas crianças da escola e os ensina em casa, hábito este que é bem comum em outros países como os EUA, mais ela mora no Brasil; eu não tiro a razão dela, muito pelo contrário, concordo com o seu posicionamento. Mais pais e mães deveriam fazer isto no Brasil, talvez mudasse alguma coisa nas escolas, mais o principal é não permitir que contaminem a cabecinha das crianças. Agora te pergunto, se ensinam coisas inadequadas e em momentos precipitados nas escolas, eles vão coibir cenas como a do vídeo que mencionei? Não! Vão estimular, como fez a professora que vendou as crianças para se tocarem.

Eu já disse isso aqui antes, Crianças são como esponjas e não tem filtro, pois tudo o que elas ouvem ou veem, elas reproduzem, pois o quê os adultos fazem na sua presença é o exemplo que elas têm, por mais que não saibam discernir se é certo ou errado, pra elas se os adultos de confiança (pais, avós, tios, professores,...) fazem, elas também podem e devem fazer. Por isto, cabe a nós, adultos, nos policiar na presença e ausência das crianças, pois a todo instante estamos sendo observados por mais que não percebamos. Qual a imagem/exemplo queremos passar para as crianças? As crianças precisam ser orientadas e de forma sadia para ajudá-las a encontrar o caminho do Senhor, porque se assim não for, descarrilarão ribanceira abaixo como um trem sem freio.


Outro ponto que já falei muito aqui é o tal jogo da Baleia Azul, porém por mais que os acessos tenham sido recordes aqui no Blog, ainda tenho visto nos telejornais a incidência de novos suicídios de crianças e adolescentes por conta deste maldito jogo. No dia das crianças, uma mãe teve que enterrar a sua filha que acabara de sair da infância. Crianças e adolescentes que acessam este Blog, é por amor que vos alerto sobre este jogo, sobre assédio,... Vigiem e busquem a Deus para não caírem nestas laçadas do diabo, ele quer o mal de vocês e usa diversas ferramentas para conseguir. Pensem na preocupação de seus pais, avós e tios. Pais, sejam mais presentes nas vidas de seus filhos, não importa se dão presentes, o que importa é a presença, isto demonstra melhor o seu amor por eles.


Se as crianças não podem confiar nem em seus pais, em quem poderão confiar? O refúgio é o Senhor! Porém se ninguém lhes ensinar o caminho certo, como O encontrarão e O reconhecerão como Senhor e Salvador?

Romanos 10; 13-18: Porque: Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como pois invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram falar? e como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? assim como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam coisas boas! Mas nem todos deram ouvidos ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem deu crédito à nossa mensagem? Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo. Mas pergunto: Porventura não ouviram? Sim, por certo: Por toda a terra saiu a voz deles, e as suas palavras até os confins do mundo.

Isaías 49; 15: Pode uma mulher esquecer-se de seu filho de peito, de maneira que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, não me esquecerei de ti.



Abaixo trarei as leis que protegem a Criança e o Adolescente destes abusos:

Pedofilia no Brasil:
O termo "crime de pedofilia" é frequentemente utilizado de forma equivocada pelos meios de comunicação. A lei brasileira não possui o tipo penal "pedofilia". A pedofilia, como contato sexual entre crianças e adultos, se enquadra juridicamente no crime de estupro de vulnerável (art. 217-A do Código Penal) com pena de oito a quinze anos de reclusão e considerados crimes hediondos.


Pornografia infantil:


Situação legal no Brasil

No Brasil, é crime "apresentar, produzir, vender, fornecer, divulgar ou publicar, por qualquer meio de comunicação, inclusive rede mundial de computadores ou internet, fotografias ou imagens com pornografia ou cenas de sexo explícito envolvendo criança ou adolescente" (Artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente, descrito na Lei nº 8.069/90). Em novembro de 2003, a abrangência da lei aumentou, para incluir também a divulgação de links para endereços contendo pornografia infantil como crime de igual gravidade. O Ministério Público do país mantém parceria com a ONG SaferNet que recebe denúncias de crimes contra os Direitos Humanos na Internet e mantém o sítio SaferNet, que visa a denúncia anônima de casos suspeitos de pornografia infantil na rede.

No país, a simples posse de pornografia infantil é crime devido à alteração no Estatuto da Criança e do Adolescente que ocorreu no ano de 2008. Entretanto, a posse involuntária pode ocorrer a partir do momento em que, sem o conhecimento do usuário, por meio de vírus do tipo "cavalo de Troia" (que pode instalar arquivos indesejados em computadores alheios), material com pornografia acabe sendo baixado no computador.

 


Divulgação e fornecimento de links ou endereços de páginas (URLs) a terceiros

A divulgação de qualquer meio de acesso a material pornográfico infantil, incluindo links (ligações) para imagens ou endereços de páginas com pornografia infantil, assim como o simples fornecimento desse meio de acesso a terceiros (pessoalmente ou por e-mail, por exemplo) constitui crime equivalente, com pena de reclusão de 2 a 6 anos (ECA, artigo 241, § 1º, III, segundo a nova redação dada pela Lei 10.764, de 12/11/2003).

 


Produção artística

No Brasil, a produção artística de cenas de pornografia ou sexo explícito, envolvendo a participação de crianças ou adolescentes, contracenando entre si ou com adultos, seja para cinema, teatro, televisão ou atividade fotográfica, é considerada crime (art. 240 do ECA), implicando em reclusão de 2 a 6 anos, e multa. O crime é aplicado para quem produz, dirige ou contracena com a criança ou adolescente (art. 240, § 1º).


Exploração sexual em geral:


Legislação

A exploração sexual de crianças e adolescentes é crime em quase todos os países do mundo.

 

Brasil

No Brasil, a exploração sexual de crianças e adolescentes é crime previsto no artigo 244-A do Estatuto da Criança e do Adolescente. Quem cometer o crime está sujeito a pena de 4 a 10 anos de reclusão, além da multa.



Abuso Sexual (ECA 2017- Estatuto da Criança e do Adolescente)

ART. 101. Verificada qualquer das hipóteses previstas no art. 98, a autoridade competente poderá determinar, dentre outras, as seguintes medidas:
IXcolocação em família substituta. (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009).
§ 2º Sem prejuízo da tomada de medidas emergenciais para proteção de vítimas de violência ou abuso sexual e das providências a que alude o art. 130 desta Lei, o afastamento da criança ou adolescente do convívio familiar é de competência exclusiva da autoridade judiciária e importará na deflagração, a pedido do Ministério Público ou de quem tenha legítimo interesse, de procedimento judicial contencioso, no qual se garanta aos pais ou ao responsável legal o exercício do contraditório e da ampla defesa. (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009).

ART. 130. Verificada a hipótese de maus-tratos, opressão ou abuso sexual impostos pelos pais ou responsável, a autoridade judiciária poderá determinar, como medida cautelar, o afastamento do agressor da moradia comum.

ART. 4º Para os efeitos desta Lei, sem prejuízo da tipificação das condutas criminosas, são formas de violência:
III – violência sexual, entendida como qualquer conduta que constranja a criança ou o adolescente a praticar ou presenciar conjunção carnal ou qualquer outro ato libidinoso, inclusive exposição do corpo em foto ou vídeo por meio eletrônico ou não, que compreenda:
a) abuso sexual, entendido como toda ação que se utiliza da criança ou do adolescente para fins sexuais, seja conjunção carnal ou outro ato libidinoso, realizado de modo presencial ou por meio eletrônico, para estimulação sexual do agente ou de terceiro;
b) exploração sexual comercial, entendida como o uso da criança ou do adolescente em atividade sexual em troca de remuneração ou qualquer outra forma de compensação, de forma independente ou sob patrocínio, apoio ou incentivo de terceiro, seja de modo presencial ou por meio eletrônico;

ARTIGO 19 1. Os Estados Partes adotarão todas as medidas legislativas, administrativas, sociais e educacionais apropriadas para proteger a criança contra todas as formas de violência física ou mental, abuso ou tratamento negligente, maus tratos ou exploração, inclusive abuso sexual, enquanto a criança estiver sob a custódia dos pais, do representante legal ou de qualquer outra pessoa responsável por ela.

ARTIGO 34 Os Estados Partes se comprometem a proteger a criança contra todas as formas de exploração e abuso sexual. Nesse sentido, os Estados Partes tomarão, em especial, todas as medidas de caráter nacional, bilateral e multilateral que sejam necessárias para impedir:
a) o incentivo ou a coação para que uma criança se dedique a qualquer atividade sexual ilegal;
b) a exploração da criança na prostituição ou outras práticas sexuais ilegais;
c) a exploração da criança em espetáculos ou materiais pornográficos.


Pedofilia no Estatuto da Criança e Adolescente: art. 241-E e sua interpretação constitucional

Todavia, no âmbito estritamente jurídico, a pedofilia é comumente conceituada como o abuso sexual de crianças e adolescentes, ensejando inúmeros crimes previstos tanto no ECA, quanto no CP.

Assim, temos no CP os crimes contra a dignidade sexual, possuindo capítulo específico acerca dos crimes sexuais contra vulneráveis:

·         Art. 217-A do CP – estupro de vulnerável;
·         Art. 218 do CP – mediação de menor de 14 anos para satisfazer a lascívia de outrem;
·         Art. 218-A do CP – satisfação da lascívia mediante a presença de menor de 14 anos;
·         218-B do CP – favorecimento da prostituição ou outra forma de exploração sexual de criança, adolescente ou vulnerável.
ECA também trata de crimes envolvendo a pedofilia:
·         Art. 240 do ECA – utilização de criança ou adolescente em cena pornográfica ou de sexo explícito;
·         Art. 241 do ECA – comércio de material pedófilo;
·         Art. 241-A do ECA – difusão de pedofilia;
·         Art. 241-B do ECA – posse de material pornográfico;
·         Art. 241-C do ECA – simulacro de pedofilia;
·         Art. 241-D do ECA – aliciamento de menores.
·         O art. 241-E do ECA trata-se de norma explicativa dos crimes previstos no art. 240, art. 241, art. 241-A a art. 241-D do ECA.

Art. 241-E. Para efeito dos crimes previstos nesta Lei, a expressão “cena de sexo explícito ou pornográficacompreende qualquer situação que envolva criança ou adolescente em atividades sexuais explícitas, reais ou simuladas, ou exibição dos órgãos genitais de uma criança ou adolescente para fins primordialmente sexuais.

Referências: Wikipédia
                      ECA 2017

                     



Música- Trancado no Quarto


Eu gosto de brincar, mas tudo é tão sério;
Eu gosto de andar pelas ruas sem mistério;
Mas não dá pra ser assim,
Papai e Mamãe falaram pra mim.

Queria não olhar com tanta desconfiança,
Queria muito crescer só com as boas lembranças,
Mas no quarto a vida me trancou,
Vou gritar bem alto, alguém me escute, por favor.

Coro (repete 2x):
Aqui quem canta é uma criança,
É que eu não sei me defender,
Respeitem minha inocência,
Só assim o mundo poderá crescer!

Será que não estão vendo?
Será que não percebem?
Será que nunca muda?

Eu não sei disfarçar, o meu choro é de verdade;
Vem, Senhor, Cuidar de mim nesse mundo de maldade;
Tenho medo de sorrir, mas vou tentar mesmo assim.

Queria não olhar com tanta desconfiança,
Queria muito crescer só com as boas lembranças,
Mas no quarto a vida me trancou,
Vou gritar bem alto, alguém me escute, por favor.

Coro (repete 2x)

Bruna Karla


Mateus 21; 15 e 16: Vendo, porém, os principais sacerdotes e os escribas as maravilhas que ele fizera, e os meninos que clamavam no templo: Hosana ao Filho de Davi, indignaram-se, e perguntaram-lhe: Ouves o que estes estão dizendo? Respondeu-lhes Jesus: Sim; nunca lestes: Da boca de pequeninos e de criancinhas de peito tiraste perfeito louvor?




Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla