Motivos para ter criado o Blog:

Mi foto
Eu criei este Blog pra levar a Palavra de Deus a toda criatura. (Marcos 16; 15) Obs.: É por meio deste Blog que eu estou publicando os Estudos que já havia enviado aos meus amigos por e-mail, e aos que não viram todos, aqui terão acesso a eles; pois também foi pelo aumento na demanda de pessoas nos grupos de e-mail que criei o blog. Eu já publiquei os novos, após publicar os anteriores." A Palavra de Deus se renova a cada manhã!", "O céu e a terra passarão, mas as minhas Palavras não hão de passar. - Mateus 24; 35" Um outro motivo pra o blog existir foi por causa de alguns amigos que me incentivaram/estimularam e ajudaram pra que essa idéia se concretizasse e por meio dela, muitas almas sejam alcançadas. Aproveitem este espaço pra conhecer um pouco mais da Palavra de Deus e me ensinar também! Obs.: “Muitas das mensagens que postei fui eu quem “escreveu”, utilizando a Palavra de Deus; e as que não fui eu que “escrevi” completamente ou complementei, procurei citar o nome do autor, e alguns que não coloquei foi por não saber quem é!” Este Blog só existe pra levar a Mensagem do Sofrimento de Jesus na Cruz, que foi por Amor a mim e a você! E não para qualquer outro propósito!

"Mas importa que o Evangelho seja primeiramente pregado entre todas as nações."

Marcos 13;10


jueves, 25 de junio de 2009

“Mulher Rixosa”

Melhor é obedecer do que sacrificar!

“Melhor é morar num canto do eirado, do que com a mulher rixosa numa casa ampla” (Provérbios 21; 9)

Continuando os estudos sobre os tipos de mulheres citados no livro de provérbios, abordaremos agora a origem da personalidade da mulher rixosa.

A Bíblia nos fala que muito melhor é estar em situação difícil, às vezes morando ao lado de um nascente de águas do que viver numa casa ampla com a mulher rixosa. Mas o que significa ser rixosa?

O termo utilizado no original, em hebraico, quer dizer “dado a contendas, facilmente enraivecido” ou então poderia ser alguém implicante. É o retrato daquela que simplesmente provoca uma briga pelo simples prazer de brigar ou implicar, a Palavra de Deus compara a um gotejar continuo.

Interessante que nas guerras de antigamente e em filmes ouvimos falar desse tipo de tortura, onde a pessoa fica ouvindo um gotejar continuo até a pessoa confessar o crime. Geralmente a pessoa rixosa também costuma se achar a dona da situação, somente ela está certa, ela não acredita em nada diferente daquilo que pensa, nem adianta argumentar. E geralmente se você teimar em contradizê-la ela pode ter inclusive uma atitude agressiva.

Lembra muito uma criança quando contrariada, ou então aquelas que tiveram seus brinquedos pegos por outra na escola, que revidam com agressividade. E realmente esse comportamento tem origem na infância mesmo.
“Quem é tardio em irar-se é grande em entendimento; mas o que é de ânimo precipitado exalta a loucura”. (Provérbios 14; 29)

O mais interessante disso tudo é que mães rixosas freqüentemente geram filhas rixosas, não que seja hereditário, mas como a mãe nunca teve a sua vontade voluntariosa quebrada quando criança, mais tarde não vai se adaptar tão facilmente com os “nãos” da vida e poderá ficar assim.

Desta forma, se ela não foi contrariada, dentro do limite correto, na sua criação, como poderá educar a sua filha? A raiz traduzida de rixosa sugere o contrário de submissa, dominada, obediente e governada.

A psicologia prega que a criança deve ser frustrada, não demasiadamente, mas o necessário, para conseguir assimilar melhor o não que amanhã irremediavelmente a vida acabará lhe dando. Pais que tendem a fazer todas as vontades dos filhos, que jamais dizem não, que ao menor sinal de choro já atendem suas solicitações, estão correndo sério risco de criarem filhos rixosos.

“Aquele que poupa a vara aborrece a seu filho; mas quem o ama, a seu tempo o castiga”. (Provérbios 13; 24)
Hebreus 12; 5-11: E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, E não desmaies quando por ele fores repreendido; Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos. Além do que, tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e nós os reverenciamos; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, para vivermos? Porque aqueles, na verdade, por um pouco de tempo, nos corrigiam como bem lhes parecia; mas este, para nosso proveito, para sermos participantes da sua santidade. E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela.
É preciso entender que os filhos são criados para o “mundo” e por isso temos que prepará-los da melhor forma possível. Um autor escreveu uma vez que educar dá trabalho, mas se faz extremamente necessário. Hoje em dia a televisão, as creches, as igrejas, as escolas estão estabelecendo erroneamente a função principal de educadores, contudo esta que deve ser primariamente dos pais. E os pais ocupados, por sua vez, quando ficam com seus filhos começam a fazer todas as vontades deles, para que eles não fiquem tristes nos poucos momentos que estão juntos. Esses pais não imaginam o dano que estão causando aos seus filhos.”

Não que devam ser maus, mas sim justos e diligentes, uma coisa que está errada vai estar errada sempre o mesmo para algo que estiver certo, não vale deixar o cansaço cegar as situações, tem que haver uma Constância.
A Bíblia fala muito em mulher rixosa, mas acontece que há homens também assim e estes geralmente são aqueles que não estão satisfeitos com nada, mudam de opinião freqüentemente e também tem demonstrado grande instabilidade em seus relacionamentos pessoais e afetivos.

Geralmente, são pessoas, que foram muito mimadas na infância, que não tiveram a oportunidade de defrontar-se com as possibilidades da vida apresentadas pelos pais, pois eles sempre diziam sim. Desta forma a criança cresce, torna-se adulta, mais ainda carrega dentro de si uma certeza, meio que inconsciente que se ela “chorar insistentemente”, ou melhor, neste caso, falar insistentemente, cobrar insistentemente, pressionar insistentemente, poderá conseguir aquilo que quer.
Às vezes pode até conseguir mesmo, mas como vai ficar a sua imagem diante desta pessoa depois? Provavelmente será vista como aquela torneira quebrada que pinga a noite inteira, não permitindo que ninguém durma ou tenha paz.

“A mulher aprazível obtém honra” (Provérbios 11; 16 a)
Mas ao contrário desta mulher, encontramos a graciosa, esta é uma pessoa de comunicação agradável, atenciosa e tangível. Esta mulher é capaz de dialogar, incentivar, reconhecer suas limitações e lutar para superá-las. (Provérbios 18; 22: O que acha uma mulher acha uma coisa boa alcançou a benevolência do Senhor, Provérbios 19; 14b: ...do Senhor vem a mulher prudente, Provérbios 31; 10, 29 e 30: Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis. Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente! Enganosa é a graça, e vaidade, a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada)

Tudo isso depende da educação dada pelos pais. Reflita sobre a educação de seus filhos, como os tem criado e torne-o um ser humano aprazível no futuro, mesmo que não entenda na hora, mais tarde ele vai te agradecer.
“O filho sábio ouve a instrução do pai; mas o escarnecedor não escuta a repreensão”. (Provérbios 13; 1)

Em Cristo,

Missionária Adriana Fonte
Um parceiro Melodia
www.melodia.com.br


Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Carinhosamente,
Erica Carla

No hay comentarios.: