Motivos para ter criado o Blog:

Mi foto
Eu criei este Blog pra levar a Palavra de Deus a toda criatura. (Marcos 16; 15) Obs.: É por meio deste Blog que eu estou publicando os Estudos que já havia enviado aos meus amigos por e-mail, e aos que não viram todos, aqui terão acesso a eles; pois também foi pelo aumento na demanda de pessoas nos grupos de e-mail que criei o blog. Eu já publiquei os novos, após publicar os anteriores." A Palavra de Deus se renova a cada manhã!", "O céu e a terra passarão, mas as minhas Palavras não hão de passar. - Mateus 24; 35" Um outro motivo pra o blog existir foi por causa de alguns amigos que me incentivaram/estimularam e ajudaram pra que essa idéia se concretizasse e por meio dela, muitas almas sejam alcançadas. Aproveitem este espaço pra conhecer um pouco mais da Palavra de Deus e me ensinar também! Obs.: “Muitas das mensagens que postei fui eu quem “escreveu”, utilizando a Palavra de Deus; e as que não fui eu que “escrevi” completamente ou complementei, procurei citar o nome do autor, e alguns que não coloquei foi por não saber quem é!” Este Blog só existe pra levar a Mensagem do Sofrimento de Jesus na Cruz, que foi por Amor a mim e a você! E não para qualquer outro propósito!

"Mas importa que o Evangelho seja primeiramente pregado entre todas as nações."

Marcos 13;10


viernes, 16 de diciembre de 2016

Quando seu filho não vai bem, Conte com Ele!

João 4; 50: Vai, disse-lhe Jesus; teu filho vive. O homem creu na Palavra de Jesus e partiu.




Gosto de uma canção que traz a seguinte expressão: “Ama o teu próximo como se fosse você, como se a dor que ele sente, doesse mais em você”. Digo sempre, como pai de três filhos que sou, que a dor de um filho é muito mais intensa em nós como pais (palavras do Pr. Messias). Quando um filho faz trinta e oito graus de febre, nós atingimos os quarenta. Presenciei lágrimas nos olhos de um querido médico falando da cirurgia do seu netinho. A derrota, o sofrimento, a doença de um filho mexem com os pais. Fico pensando no quanto Deus Pai sofreu vendo o seu Filho amado morrendo na rude cruz. Aí está a prova inconteste do grande Amor de Deus pela criatura humana:

Romanos 5; 8: Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.

João 3; 16: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.


Em João 4; 46-54 lemos a respeito de um pai que morava em Cafarnaum, era ele um oficial do rei. Talvez fosse “Cuza, procurador de Herodes (Lucas 8; 3: E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com seus bens.) ou Manaém, seu colaço (Atos 13; 1: E na igreja que estava em Antioquia havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé e Simeão chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes o tetrarca, e Saulo.)” (Bíblia Shedd). Seu filho estava à morte. Ele foi até Caná onde Jesus se achava e com o seu coração machucado, preocupado e triste, fez a Jesus este pedido: Senhor, desce, antes que meu filho morra (João 4; 49).


Ver um filho morrer é muito triste para um pai ou uma mãe, é uma dor tão grande que não há nome pra este luto. Como pastor, tenho participado do sofrimento, da angústia de pais vendo o filho morrendo. Palavras não descrevem a intensidade da dor.

Quantos filhos morrendo na violência, no alcoolismo, nas drogas, nas doenças, no submundo do pecado,... A morte tem ceifado muitas vidas no verdor dos anos.

Há uma esperança para os nossos filhos quando estão atravessando momentos adversos, quando caminham nos caminhos da morte. A esperança é Jesus de Nazaré. Não sei como estão seus filhos, é possível que alguns corram risco de vida nesta sociedade louca e desenfreada, sem limites. Jesus ordenou àquele pai: Vai, disse-lhe Jesus; teu filho vive. O homem creu na Palavra de Jesus e partiu. Ele obedeceu à ordem de Jesus e qual foi o resultado?

João 4; 51-53: E descendo ele logo, saíram-lhe ao encontro os seus servos, e lhe anunciaram, dizendo: O teu filho vive. Perguntou-lhes, pois, a que hora se achara melhor. E disseram-lhe: Ontem às sete horas a febre o deixou. Entendeu, pois, o pai que era aquela hora a mesma em que Jesus lhe disse: O teu filho vive; e creu ele, e toda a sua casa.


Jesus Salva e Abençoa os nossos filhos. Podemos contar com Ele.


Pare para meditar no que estudamos hoje:

Isaías 65; 23: Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a calamidade, porque são a posteridade bendita do Senhor, e os seus filhos estarão com eles. 


Oremos:

Pai nosso,
Venha o teu reino sobre a vida dos meus filhos. Creio que todas as investidas do inimigo sobre suas vidas são frustradas em nome de Jesus, e os propósitos de vitória, do Senhor, serão cumpridos em cada um para a Glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!


Pastor Messias Anacleto Rosa



Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla

No hay comentarios.: