Motivos para ter criado o Blog:

Mi foto
Eu criei este Blog pra levar a Palavra de Deus a toda criatura. (Marcos 16; 15) Obs.: É por meio deste Blog que eu estou publicando os Estudos que já havia enviado aos meus amigos por e-mail, e aos que não viram todos, aqui terão acesso a eles; pois também foi pelo aumento na demanda de pessoas nos grupos de e-mail que criei o blog. Eu já publiquei os novos, após publicar os anteriores." A Palavra de Deus se renova a cada manhã!", "O céu e a terra passarão, mas as minhas Palavras não hão de passar. - Mateus 24; 35" Um outro motivo pra o blog existir foi por causa de alguns amigos que me incentivaram/estimularam e ajudaram pra que essa idéia se concretizasse e por meio dela, muitas almas sejam alcançadas. Aproveitem este espaço pra conhecer um pouco mais da Palavra de Deus e me ensinar também! Obs.: “Muitas das mensagens que postei fui eu quem “escreveu”, utilizando a Palavra de Deus; e as que não fui eu que “escrevi” completamente ou complementei, procurei citar o nome do autor, e alguns que não coloquei foi por não saber quem é!” Este Blog só existe pra levar a Mensagem do Sofrimento de Jesus na Cruz, que foi por Amor a mim e a você! E não para qualquer outro propósito!

"Mas importa que o Evangelho seja primeiramente pregado entre todas as nações."

Marcos 13;10


sábado, 10 de noviembre de 2012

Poema- Cuide do Seu Jardim




Quem se disporia
a deixar de cuidar do seu jardim
porque existem nele ervas daninhas?

Antes, não se esforçará
todos os dias
para arrancar tais ervas daninhas?

Todo aquele que ama as flores
e que deseja vê-las
sempre belas e fragrantes,
se empenhará neste trabalho
com alegria,
e de forma constante.

Assim é a vida de todo crente.
Sua vida é um jardim de Deus,
porque plantou nele
as flores das graças do Espírito Santo.

A natureza terrena do crente,
no entanto,
é feita de ervas daninhas e espinhos.

Enquanto viver neste mundo,
terá que se dedicar ao trabalho
que Deus dá aos santos
de arrancar diariamente
tais ervas daninhas
pela mortificação do pecado
mediante o poder do Espírito Santo.

Silvio Dutra



Façamos uma comparação entre os frutos e os seres humanos, na natureza o fruto que tiver defeito, espinhos e abrolhos (dificuldades, amarguras) este é reprovado e deve ser queimado, imagine se Deus fizesse assim com os seres humanos, no primeiro pecado já seriamos destruídos/extintos e hoje não existiria nenhum para contar a história. É por isso que devemos nos esforçar, para que nenhuma alma pereça. Lembremos que, o pecado entrou no mundo através do homem, portanto do que se quiexa o homem? É por causa das misericórdias do Senhor que não somos consumidos.

Hebreus 6; 8: Mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.

Romanos 5; 12: Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.

Lamentações 3; 39: De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados.

Lamentações 3; 22: As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim.


Observa o amor de JESUS por nós, Ele que nunca pecou, se entrou a morte, morte de cruz (a mais vergonhosa e humilhante) e teve em sua cabeça uma coroa de espinhos para remir os meus e os teus pecados, sejamos francos, mais ninguém no mundo faria isso, só o filho de Deus por amor as nossas almas!

Hebreus 4; 15: Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.

Mateus 27; 29: E, tecendo uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça, e em sua mão direita uma cana; e, ajoelhando diante dele, o escarneciam, dizendo: Salve, Rei dos judeus.

João 19; 2: E os soldados, tecendo uma coroa de espinhos, lha puseram sobre a cabeça, e lhe vestiram roupa de púrpura.


Precisamos cuidar espiritualmente de nós mesmos, dos nossos (familiares) e dos que nos cercam (amigos, colegas, vizinhos...) em oração, falando do Amor de Deus, no trato/modos; bem como, podemos ver o cuidado de Deus para com cada um e como Ele todos os dias demonstra o seu amor por nós, pois todos os dias Ele nos concede o fôlego de vida, o sol, a chuva, o vento, o alimento,... seja para os que o servem, como para os que ainda não o servem, Ele não faz acepção de pessoa.  Àqueles que servem ao Senhor Jesus, a cada dia, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz (aflições, tribulações, lutas,...) e siga a Jesus, que no final da jornada Ele galardoará os fiéis da terra.

Mateus 5; 44-48: Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.

Lucas 12; 22-24: E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes. Considerai os corvos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves?

Mateus 6; 33: Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.

Romanos 2; 11: Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas.

Marcos 8; 34: E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me.

João 16; 33: Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.

Hebreus 11; 6: Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.

Salmos 101; 6: Os meus olhos estarão sobre os fiéis da terra, para que se assentem comigo; o que anda num caminho reto, esse me servirá.



Lucas 8; 4-15: E, ajuntando-se uma grande multidão, e vindo de todas as cidades ter com ele, disse por parábola: Um semeador saiu a semear a sua semente e, quando semeava, caiu alguma junto do caminho, e foi pisada, e as aves do céu a comeram; E outra caiu sobre pedra e, nascida, secou-se, pois que não tinha umidade; E outra caiu entre espinhos e crescendo com ela os espinhos, a sufocaram; E outra caiu em boa terra, e, nascida, produziu fruto, a cento por um. Dizendo ele estas coisas, clamava: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Que parábola é esta? E ele disse: A vós vos é dado conhecer os mistérios do reino de Deus, mas aos outros por parábolas, para que vendo, não vejam, e ouvindo, não entendam. Esta é, pois, a parábola: A semente é a palavra de Deus; E os que estão junto do caminho, estes são os que ouvem; depois vem o diabo, e tira-lhes do coração a palavra, para que não se salvem, crendo; E os que estão sobre pedra, estes são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria, mas, como não têm raiz, apenas crêem por algum tempo, e no tempo da tentação se desviam; E a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram e, indo por diante, são sufocados com os cuidados e riquezas e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição; E a que caiu em boa terra, esses são os que, ouvindo a palavra, a conservam num coração honesto e bom, e dão fruto com perseverança.

A citação acima refere-se à parábola do semeador, ou seja, todos nós cristãos podemos ser semeadores e poderemos compreender a referida parábola ao nos colocar no lugar do semeador:

  •  Imagine-se pregando para algumas pessoas, enquanto você fala, outras passam, uma para e te ouve por alguns instantes e logo se desinteressa e vai embora (essa é aquela que caiu no chão e foi pisada e as aves a comeram), ou seja, entrou por um ouvido e saiu pelo outro, não permitiu que a palavra entrasse em seu coração para modificá-lo/libertá-lo, continuou sua vida do mesmo jeito que vivia, permitindo que o inimigo o pisado e o devore;

  • Dentre as que continuaram ouvindo, uma delas até quis Jesus, mais não abandonou os velhos hábitos e vícios (essa é aquela que caiu sobre a pedra, nasceu e secou, pois não houve umidade), ou seja, queria ser crente indo pouco para a Igreja (lugar onde aprendemos sobre Deus, suas leis, seu Grande Amor; onde alimentamos nossa alma e espírito e nos esvaziamos de nós mesmo (João 3; 30: É necessário que ele cresça e que eu diminua.), permanecendo então sem base/raiz, queria só para alcançar a “paz interior”, porém não houve mudança de vida, e a paz que ela buscava não encontrou, pois a tinha como objetivo e não como consequência, porém o objetivo é a Salvação, a vida eterna e por isso que qualquer tentação/dificuldade as tiram/afastam da Casa do Senhor;

  • Outra pessoa que estava ouvindo, relutante, porém também quis Jesus (essa é aquela que caiu entre espinhos, que ao crescer entre os espinho foi sufocada), ou seja, continuava com os mesmos hábitos, indo para os mesmos lugares (onde Deus não estava e não se agradava), mais também queria ser crente (porém não tinha a real convicção), queria conciliar o mundo e Deus (Josué 24; 15: Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR.), queria as bênçãos de Deus e não o Deus das bênçãos; não dão testemunho e nem modificam vidas através da sua, é mais fácil se influenciarem como os ímpios do que os influenciarem sobre Jesus (a verdade que liberta).

  • E a última, é aquela que há dias estava sedenta por ouvir a voz de Deus, o Deus que os amigos crentes lhe contará os milagroso feitos, e no dia que Deus marcou para sua Salvação, ela vai em busca de uma Igreja para ouvir o pregador, porém no caminho encontrou aquele irmãozinho que sai todos os dias nas ruas para pregar, faça chuva ou faça sol, ele está lá, falando do Amor de Deus; ela vê que alguns se aproximam e chega mais perto, ouve aquelas Palavras (que produz vida) e entram como refrigério para sua alma (Salmos 23; 3: Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.), o coração se alegra (Harpa Cristã- 407) e se entrega ao Senhor Jesus naquele momento (essa é aquela que caiu em boa terra, que nasceu e deu bons frutos), ou seja, nasceu de novo (João 3; 3: Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. / Gálatas 2; 20:  Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.), torno-se nova criatura (2 Coríntios 5; 7: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.) e dá frutos só em vê-la, ver a transformação que Deus fez em sua vida, veem que não tem mais nenhum prazer na vida pregressa que vivia, e quando abre a boca para falar do Amor de Deus, percebesse que é o Senhor que habita naquela vida, isto é dar testemunho de crente, nem precisamos abrir a boca, já somos identificados até no meio da rua, quando um cristão passa por você e te cumprimenta com a PAZ DO SENHOR, e se alguém mesmo não crente te reconhece como cristão e te chama de IRMÃ/IRMÃO, está estampado em nosso semblante, se alegre, glorifique a Deus!
 
 
 
407 HC – Ó Criador Bendito
 
1. Ó Criador bendito, ó fonte de esperança,
    A Ti, ó Pai contritos buscamos com confiança;
    Nos deste em herança a glória sempiterna;
    O pão da vida eterna, ó manda-nos dos céus!


Refrão

Excelso Criador, supremo benfeitor,
O Teu amor derrama em nós, qual viva chama
Excelso Criador, supremo benfeitor,
O Teu amor derrama, por Teu Consolador.


2. Unidos esperamos o Teu celeste ensino;
    Ó manda, suplicamos por Teu poder divino;
    Aceita este hino, que nós a Ti cantamos,
    Pois gratos Te louvamos, por Tua salvação.


3. O coração se alegra e a alma está contente
    No dia em que se entrega
    ao Deus onipotente;
    Que paz profunda sente a alma do perdido
    Que hoje é um remido por Cristo, o Salvador!


Que Deus em Cristo vos Abençoe!

Fraternalmente,
Erica Carla

No hay comentarios.: